Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Exportações de carne bovina no Brasil geraram US$ 856 mi em março

exportações de carne bovina
(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

As exportações de carne bovina do Brasil, tanto in natura quanto processada, atingiram um volume recorde em março, com 206,1 mil toneladas, gerando uma receita de US$ 856,9 milhões. Esses dados, divulgados pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) e compilados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), mostram um aumento de 27% em volume e 21% em receita em comparação ao mesmo mês do ano anterior.

Queda nos preços compensa o aumento de volume

Apesar do aumento nos volumes exportados, a indústria enfrenta o desafio da queda contínua nos preços. O valor médio por tonelada exportada caiu de US$ 4.356 em março de 2023 para US$ 4.158 neste ano, refletindo uma tendência de diminuição dos preços que preocupa os frigoríficos. Esta redução de preços foi parcialmente compensada por cortes de custos durante o período.

Desempenho no primeiro trimestre

No acumulado do primeiro trimestre, as exportações de carne bovina do Brasil mostraram um crescimento de 35% em volume, alcançando 672,3 mil toneladas, enquanto a receita aumentou 20%, totalizando US$ 2,3 bilhões. No entanto, o preço médio da tonelada exportada de janeiro a março foi de US$ 4.033, uma queda de quase 11% em relação ao ano anterior.

conteúdo patrocinado

Principais destinos das exportações

A China se mantém como o principal mercado para a carne bovina brasileira, com 276,3 mil toneladas exportadas no primeiro trimestre, resultando em uma receita de US$ 1,2 bilhão. Apesar do aumento de 21% em volume, o preço médio por tonelada para a China caiu para US$ 4.420. Os Estados Unidos seguiram como segundo maior destino, com um crescimento de 93,5% em volume, totalizando 112,2 mil toneladas e uma receita de US$ 330,2 milhões. Contudo, o preço médio da tonelada para os EUA sofreu uma queda significativa, de US$ 4.390 para US$ 2.940.

Empresas investem para atender mercado chinês

Em um evento que contou com a presença do presidente Lula e diversos ministros na sexta-feira (12) , a JBS anunciou um investimento de R$ 150 milhões em sua unidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Esse aporte financeiro destina-se à duplicação da capacidade de abate da planta, que passará a processar 4,4 mil cabeças de gado por dia, um aumento que visa especialmente atender à demanda do mercado chinês.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado