Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

IA transformará negócios, mas desafios persistem, afirma pesquisa

Transformação corporativa pela IA. (Foto: Divulgação/Freepik)
Transformação corporativa pela IA. (Foto: Divulgação/Freepik)

Segundo o relatório “Ipsos Reputation Council 2024”, que contou com a participação de 135 líderes de comunicação globais, metade acredita que a inteligência artificial (IA) irá revolucionar as operações empresariais. No Brasil, Daniela Bertocchi, diretora da Afya, aposta na transformação corporativa pela IA, ressaltando como a IA já melhora a eficiência e proporciona insights valiosos, apesar das preocupações com a gestão de crises e reputação, especialmente relacionadas a “deep fakes” e notícias falsas.

O papel crítico dos comunicadores

Bertocchi sublinha a importância crescente dos profissionais de comunicação nas empresas, dada a complexidade introduzida pela IA nas relações públicas e gestão de crises. Ela enfatiza que as empresas não podem prescindir desses profissionais no cenário atual.

Transformação corporativa pela IA: a questão da maturidade profissional

Apesar do otimismo, um estudo da consultoria Olivia Brasil revela uma lacuna: apenas 6% dos profissionais se consideram maduros o suficiente para integrar IA no dia a dia de trabalho. Reynaldo Naves, da Olivia Brasil, aponta que essa falta de maturidade indica a necessidade de uma visão mais sistêmica da IA nas estratégias empresariais.

conteúdo patrocinado

Utilização de IA em processos internos

Apesar das possibilidades oferecidas pela IA, 56% das empresas ainda não a empregam para transformação organizacional. Naves afirma que a IA pode auxiliar em dimensões estratégicas e operacionais, ajudando a moldar estratégias de negócio mais eficazes. “Ela já está presente em nosso dia-a-dia há bastante tempo nos corretores de texto dos celulares, nos algoritmos e avatares dos canais de atendimento, pensando em atividades práticas”, aponta o especialista. A mudança, de acordo com ele, “é essencialmente uma questão de educação, adoção, governança e, claro, capacidade de investimento”.

Desafios ESG e IA

Priscilla Branco da Ipsos e Nêmora Reche da Syngenta comentam sobre os desafios ESG enfrentados pelas empresas. Eles destacam a necessidade de demonstrar impactos práticos das iniciativas ESG e a importância de uma governança transparente e ética, especialmente em um ambiente influenciado pela IA. “Para isso, é preciso ser muito transparente não só sobre as ações que serão adotadas, mas também sobre as metas, métricas e como essas entregas serão acompanhadas e auditadas”, afirma. “Os exemplos e casos de sucesso compartilhados não podem ser meras peças de marketing, precisam ser verdadeiras expressões da contribuição concreta da empresa para a pauta de sustentabilidade”.

Gerenciamento de dados e decisões baseadas em IA

A pesquisa acerca da transformação corporativa pela IA revelou que 23% das empresas ainda carecem de uma estratégia eficaz de gerenciamento de dados, e apenas 16% baseiam decisões estratégicas em dados de forma integrada. Naves salienta que, para uma adoção bem-sucedida da IA, as empresas precisam primeiro otimizar o uso de dados existentes e aprender a fazer as perguntas certas.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado