Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Toyota vai desenvolver ‘carro lunar’ para missões da Nasa, confira

carro lunar
(Foto: Divulgação/Toyota)

A Toyota, renomada montadora japonesa, anunciou a criação de um inovador carro lunar, apelidado de Lunar Cruiser, em parceria com a Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA). Este veículo será uma peça fundamental nas futuras missões lunares da NASA.

Características do Lunar Cruiser

O Lunar Cruiser é descrito como tendo o tamanho comparável a dois micro-ônibus lado a lado e funcionará como um posto avançado móvel. Esta estrutura permitirá que dois astronautas vivam e trabalhem no carro lunar por até 30 dias sem a necessidade de trajes espaciais, graças ao seu ambiente pressurizado.

Tecnologia de propulsão avançada

Um dos pontos altos do veículo é sua tecnologia de propulsão, que combina células de combustível de hidrogênio com painéis solares, proporcionando uma autonomia estimada de 10.000 km. Esta característica é essencial para explorar a região polar sul da Lua, onde o veículo será principalmente utilizado.

conteúdo patrocinado

Parceria internacional e missão Artemis VII

Sob o acordo recente entre a NASA e o Japão, assinado em 9 de abril de 2024, o carro Lunar Cruiser da Toyota será transportado para a Lua como parte da missão Artemis VII, prevista para 2031. Este acordo também inclui o envio do primeiro astronauta japonês para a Lua em uma missão oficial da NASA, marcando um avanço na cooperação espacial entre os dois países.

Dsenvolvimento do carro

O Lunar Cruiser está projetado para operar na Lua por pelo menos dez anos, oferecendo uma plataforma móvel de longa duração para pesquisa e exploração científica. Este desenvolvimento não só demonstra o compromisso da Toyota com a inovação além do setor automobilístico, mas também fortalece a posição do Japão como um parceiro vital na exploração espacial liderada pela NASA.

Missão Artemis VII

A missão Artemis tem como meta não apenas levar os humanos de volta à Lua ainda nesta década, como também enviar as primeiras astronautas mulheres e afrodescendentes para o satélite. Para isso, a Nasa realizou a primeira fase do programa, sem astronautas a bordo, em dezembro de 2023.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado