Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Corrida por memecoins eleva taxas do Bitcoin para US$ 82 milhões

taxa da bitcoin
(Fotos: Alesia Kozik/Pexels)

A recente corrida pelas memecoins gerou uma elevação nas taxas de transação do Bitcoin, atingindo o valor de US$ 82 milhões num único dia. Este aumento ocorreu logo após o evento de halving do Bitcoin, que, embora reduza a receita dos mineradores pela metade, encontrou um alívio temporário com o frenesi em torno das novas criptomoedas especulativas.

O papel das Memecoins na economia do Bitcoin

O surgimento das memecoins no ecossistema do Bitcoin foi possibilitado pelo protocolo Rune, que permite criar criptos dentro da rede da maior cripto do mercado. Ativos digitais semelhantes emitidos em outras blockchains, como o Bonk (BONK), na Ethereum (ETH), e a dogwifhat (WIF), na Solana (SOL), estão entre os ativos de melhor desempenho este ano.

Impacto do halving e das taxas de transação

O evento de halving, que acontece a cada quatro anos, reduziu a recompensa por bloco de 900 para 450 Bitcoins, impactando diretamente a lucratividade dos mineradores. No entanto, as elevadas taxas de transação geradas pelas memecoins compensaram parte dessa perda, representando cerca de 75% da receita total dos mineradores nesse período.

conteúdo patrocinado

Consequências a longo prazo para os mineradores

Com a redução contínua do subsídio à mineração, espera-se que os mineradores dependam cada vez mais das taxas de transação. Isso é essencial para sua sustentabilidade financeira, especialmente quando os subsídios se tornam menores em comparação com os ganhos obtidos com as taxas.

Futuro da mineração e desafios regulatórios

O aumento da dependência das taxas de transação introduz uma nova dinâmica na mineração de Bitcoin. Enquanto isso oferece uma oportunidade para compensar a redução de subsídios, também eleva questões sobre a estabilidade e previsibilidade dessa nova fonte de receita. Adicionalmente, o crescimento das memecoins traz desafios regulatórios, considerando a natureza volátil e especulativa desses ativos.

Protocolo Rune

O protocolo Rune é ideia do desenvolvedor Casey Rodarmor, que também lançou outro mecanismo que permite às pessoas gerar tokens não fungíveis (NFTs) na blockchain. Os usuários pagam taxas extras altas aos mineradores de Bitcoin, que usam computadores especializados para verificar os dados na rede, para que seus pedidos possam ser finalizados e sejam os primeiros a fazer uma memecoin que acreditam ser valiosa.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado