Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Nova York-Singapura: como funciona o voo mais longo do mundo?

Trecho funciona a partir de 19 horas sem escalas

Saiba tudo sobre o voo mais longo do mundo, operado pela Singapore Airlines. (Imagem: Divulgação/Singapore Airlines)
Saiba tudo sobre o voo mais longo do mundo, operado pela Singapore Airlines. (Imagem: Divulgação/Singapore Airlines)

As companhias aéreas estão ultrapassando limites para conectar cidades globais distantes. O voo mais longo do mundo, operado pela Singapore Airlines, prova isso. Viajantes que desejam visitar entes queridos encontram nesta rota uma oportunidade. O voo de 19 horas parte do aeroporto John F. Kennedy, em Nova Iorque, nos EUA.

A Singapore Airlines oferece um produto muito procurado, com passagens de ida e volta a partir de US$ 2.700 (cerca de R$ 13.500,00) na econômica premium.

Preparativos para um voo ultralongo

Voar 19 horas requer preparação mental. É necessário planejar como passar o tempo a bordo e ajustar o padrão de sono dias antes do voo. A Singapore Airlines opera esse voo no Airbus A350-900ULR. Nesse sentido, a classe executiva oferece muito conforto, com itens como spray redutor de rugas e banheiros impecáveis, tornando a viagem mais agradável.

Publicidade

Experiência a bordo

Uma vez a bordo, os passageiros se acomodam em assentos espaçosos da classe executiva. Os comissários de bordo, vestidos em kebayas de sarongue (trajes tradicionais usados principalmente por mulheres na Indonésia, Malásia, Brunei e Singapura), apresentam-se cordialmente. Há quase 1.000 opções de entretenimento disponíveis. Após a decolagem, é possível relaxar com uma bebida e um filme. Além disso, o Wi-Fi gratuito e ilimitado na classe executiva ajuda a manter a produtividade durante o voo.

Leia também:

Veja o motivo do prejuízo de US$ 200 milhões da United Airlines

Refeições e conforto

Ademais, a companhia oferece várias opções de refeições. O menu da Singapore Airlines, em parceria com o Golden Door Spa, oferece opções como truta de Hudson Valley e costela assada. Pratos como arroz de frango de Cingapura são populares. Além disso, a iluminação ambiente do voo foi projetada para aliviar o jet lag.

Para aproveitar melhor a viagem, recomenda-se perguntar o horário do serviço de refeições antes da decolagem. O serviço “Book the Cook” da Singapore permite que os passageiros peçam pratos como Lagosta Thermidor com antecedência.

Por fim, na classe econômica premium do voo mais longo do mundo, os assentos individuais da janela são recomendados. Na classe executiva, todos os assentos estão em uma configuração 1-2-1.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado