Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Prazo de renegociação do Desenrola Brasil termina nesta segunda

Inadimplentes têm até hoje para renegociar dívidas no Desenrola Brasil

Desenrola Brasil
(Imagem: divulgação)

Os devedores com débitos de até R$ 20 mil e renda de até dois salários mínimos ou inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) têm até esta segunda-feira (20) para renegociar as dívidas pelo Desenrola Brasil. No final de março, o governo prorrogou o prazo de adesão para a Faixa 1 do programa.

Em outubro de 2023, o governo lançou a Faixa 1 do Desenrola Brasil. O programa beneficiou pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico. Portanto, esta etapa abrange dívidas negativadas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, limitadas a R$ 20 mil cada, antes dos descontos aplicados pelo programa.

O programa oferece aos inadimplentes a oportunidade de obter descontos médios de 83% sobre o valor das dívidas. Em certas situações, o abatimento pode ultrapassar 96%. Então, você pode realizar os pagamentos à vista ou parcelá-los em até 60 meses, sem entrada.

Publicidade
Fake News 

Na reta final do prazo, o Ministério da Fazenda desmentiu duas fake news relacionadas ao Desenrola. Uma afirmava que, ao renegociar as dívidas, o cidadão não perderia benefícios sociais. Outra sugeria que o nome do devedor não ficaria sujo no sistema do Banco Central.

“O Relatório de Empréstimos e Financiamentos do sistema Registrato do Banco Central não é um cadastro restritivo. Ele exibe o ‘extrato consolidado’ das dívidas bancárias, empréstimos e financiamentos, tanto do que está em dia quanto do que está em atraso. Isso permite que o cidadão acompanhe, em um só lugar, todo o histórico financeiro e se previna contra golpes.”

As dívidas negociadas no Desenrola, para pagamento parcelado, aparecerão no extrato emitido pelo Banco Central, junto com outras dívidas bancárias. Sendo assim, apenas o cidadão pode acessar esses relatórios, enquanto os bancos veem informações consolidadas apenas com autorização.

O programa

Além de dívidas bancárias como cartão de crédito, o Desenrola Brasil permite a renegociação de contas atrasadas de estabelecimentos de ensino, energia, água, telefonia e comércio varejista. A plataforma possibilita parcelar a renegociação inclusive com bancos nos quais a pessoa não tenha conta, permitindo a escolha da melhor taxa de pagamento.

Para quem possui várias dívidas, mesmo com credores diferentes, é possível consolidar todos os débitos em uma única negociação, pagando à vista em um boleto ou Pix, ou financiando o valor total no banco de preferência.

Para utilizar o Desenrola, é necessário ter uma conta Gov.br. Usuários de todos os tipos de contas — bronze, prata e ouro — podem visualizar as ofertas de negociação e parcelar o pagamento. Por fim, caso o cidadão opte por canais parceiros, não há necessidade de uso da conta Gov.br.

Veja também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado