Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Temporada das Cash Cows: confira CDBs e Dividendos com bom retorno financeiro

Invista com segurança e retorno garantido

Veja CDBs e dividendos com bom retorno financeiro. (Foto: Lukas/Pexels)
Veja CDBs e dividendos com bom retorno financeiro. (Foto: Lukas/Pexels)

Investir de forma inteligente é essencial para garantir retornos financeiros seguros e rentáveis. Em tempos de incerteza econômica, os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) e ações que pagam bons dividendos emergem como opções sólidas.

Entenda o que são CDBs

CDB é um investimento de renda fixa onde o investidor empresta dinheiro a um banco. Em troca, a instituição paga juros sobre o valor cedido. A rentabilidade pode ser pré-fixada ou pós-fixada, atrelada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), taxa usada como referência para investimentos de renda fixa.

Equilíbrio de risco e retorno financeiro

Investir em CDBs requer atenção ao equilíbrio entre risco e retorno. Nesse sentido, o levantamento feito por Warren Investimentos e assessorias One Investimentos, ligada ao BTG, e FMB Investimentos, vinculada à XP, identificou 19 CDBs que pagam acima de 110% do CDI. Uma lista da Ágora Investimentos adiciona 24 produtos de risco moderado, totalizando 43 CDBs.

Publicidade

Leia também:

Nota de crédito do emissor

Além disso, com a Selic a 10,50% ao ano e o CDI a 10,40%, um CDB que paga 125% do CDI oferece remuneração de cerca de 13,1% ao ano. Isso é devido ao risco associado ao Banco Master, com nota de crédito BBB. A classificação de rating varia de AAA (maior segurança) a D (maior risco). Um rating mais alto sugere menor risco de inadimplência, mas geralmente oferece rentabilidade menor.

Impacto do prazo de investimento

Nesse sentido, o prazo de investimento influencia diretamente a alíquota do Imposto de Renda em CDBs. Quanto maior o prazo, menor a alíquota. Para prazos até 180 dias, a alíquota é de 22,5%. Um CDB com vencimento em agosto a 117% do CDI, por exemplo, teria uma oferta limitada a uma unidade por instituição.

Veja algumas dicas nas tabelas abaixo:

  • Ágora Investimentos:
Tabela da Ágora Investimentos. (Foto: Screenshot/E-Investidor)
Tabela da Ágora Investimentos. (Foto: Screenshot/E-Investidor)
  • Warren Investimentos
Tabela da Warren Investimentos. (Foto: Screenshot/E-Investidor)
Tabela da Warren Investimentos. (Foto: Screenshot/E-Investidor)

Dividendos no Brasil

Por outro lado, no Brasil, várias empresas pagam dividendos elevados consistentemente. Einar Rivero, da Elos Ayta Consultoria, identificou empresas que desembolsaram mais de R$ 2 bilhões em dividendos anuais desde 2021. Petrobras (PETR3; PETR4) e Vale (VALE3) lideram com R$ 365,505 bilhões e R$ 135,411 bilhões, respectivamente, pagos aos acionistas nos últimos três anos.

As vacas-leiteiras da Bolsa

Entre as “vacas-leiteiras” (Ou “Cash Cows”, como são chamadas nos EUA) da Bolsa estão Banco do Brasil (BBAS3), Telefônica (VIVT3), Santander (SANB11), Engie (EGIE3) e Itaúsa (ITSA3; ITSA4). Além disso, empresas como JBS (JBSS3) e Ambev (ABEV3) também se destacam na distribuição de proventos.

Potenciais mudanças nos dividendos

A Petrobras, todavia, pode reduzir os dividendos futuros devido a mudanças estratégicas e políticas. Ruy Hungria, da Empiricus Research, aponta que os desinvestimentos e a alta do petróleo impulsionaram os dividendos recentes. No entanto, a interrupção da venda de ativos pode impactar a distribuição de proventos.

Novos candidatos a “vacas leiteiras”

Por fim, companhias como Malhe Metal Leve (LEVE3) e Weg (WEGE3) são apontadas como possíveis novas integrantes no ranking de dividendos. A Metal Leve é tradicional pagadora de dividendos e a Weg possui histórico sólido de proventos.

Leia também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado