Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Planejamento financeiro: chaves para aposentadoria

Planejamento financeiro: chaves para aposentadoria
(Foto: Julius Yls/Unsplash)

Investir para a aposentadoria é uma etapa crucial para garantir um futuro financeiramente estável. Com o aumento da expectativa de vida e a inflação corroendo o poder de compra, é vital acumular recursos suficientes para manter o padrão de vida desejado após o término da carreira profissional.

1. Ações

O investimento em ações de empresas com boa gestão oferece a possibilidade de crescimento significativo do capital. Apesar da volatilidade, a diversificação e a escolha de empresas sólidas podem mitigar os riscos. Veja algumas das ações mais recomendadas no momento clicando aqui.

2. Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs)

Os FIIs permitem investir em imóveis de maneira diversificada, gerando renda regular e possibilidade de valorização das cotas, um bom cenário para renda na aposentadoria. Os cortes na taxa Selic vêm representando um cenário positivo para os FIIs, como mostramos aqui.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

3. Letras de Crédito

As letras de crédito, como Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito Agrícola (LCA) oferecem isenção fiscal e segurança, vinculando a rentabilidade a setores econômicos importantes, como o imobiliário e o agrícola. Recentemente, o Banco Nacional do Desenvolvimento propôs a criação da Letra de Crédito de Desenvolvimento (LCD), que irá funcionar de maneira similar. A expectativa é que a medida adicione cerca de R$ 10 bilhões por ano em financiamentos, proporcionando uma redução nas taxas de juros para os tomadores de crédito. Saiba mais aqui.

4. Fundos de Renda Fixa Simples

Esses fundos são ideais para quem busca estabilidade e previsibilidade, com retornos atrelados a indicadores como o CDI ou a Selic.

5. Tesouro Direto

Investir em títulos públicos por meio do Tesouro Direto é uma opção segura e acessível, adequada a diversos perfis de investidores, proporcionando estabilidade e previsibilidade. Entenda mais sobre as taxas do Tesouro Direto.

6. CDB (Certificados de Depósitos Bancários)

Os CDBs são opções de baixo risco, com proteção do Fundo Garantidor de Créditos e liquidez flexível, equilibrando retorno e segurança. Em dezembro, houve um aumento notável nas taxas dos CDBs prefixados. Um levantamento da Quantum Finance apontou que a taxa média desses CDBs atingiu 12,18% ao ano, um crescimento significativo em comparação com a média anterior de 11,21%.  Saiba mais!

7. Fundos de Previdência Privada

Esses fundos, incluindo os planos PGBL e VGBL, oferecem vantagens fiscais e flexibilidade, sendo fundamentais para um planejamento tributário eficiente na construção de um patrimônio para a aposentadoria. No entanto, é necessário mais atenção a esse tipo de investimento. Um estudo da Economatica revela que apenas 44% dos 379 fundos analisados superaram o CDI em 2023, enquanto 5 registraram retornos negativos. Por isso, a gestão profissional desses fundos é crucial para uma alocação de ativos eficiente.

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado