Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Samsung em crise: greve de trabalhadores pode abalar produção de chips

Sindicato planeja greve em 7 de junho

Greve na Samsung. (Foto: Divulgação/Samsung)
Greve na Samsung. (Foto: Divulgação/Samsung)

Os trabalhadores da Samsung Electronics de Seul, na Coreia do Sul, planejam uma greve inédita. Representados por um sindicato, eles vão parar no dia 7 de junho, na primeira greve da história da empresa.

Com isso, cerca de 20% da força de trabalho da Samsung, representando 28.000 funcionários, participarão da mobilização. Nesse sentido, eles usarão suas férias anuais para essa paralisação de um dia, podendo evoluir para uma greve geral.

Negociações em impasse

As negociações sobre salários entre a Samsung e o sindicato começaram em janeiro, mas sem sucesso. A falta de acordo levou, portanto, os trabalhadores a decidirem pela greve. Eles exigem aumentos salariais justos e transparência na distribuição dos bônus de desempenho.

Publicidade

Impacto potencial da greve na Samsung

Além disso, especialistas alertam que a greve pode afetar a produção de semicondutores da Samsung, essenciais para a economia global. A empresa é uma das principais fornecedoras de chips de memória para IA, usada em diversos dispositivos, desde smartphones até sistemas de IA avançados.

Leia também:

Histórico de resistência aos sindicatos

Por outro lado, a Samsung tem uma longa história de oposição à sindicalização. O fundador, Lee Byung-chul, era declaradamente contra sindicatos. Somente em 2019, sob o governo de Moon Jae-in, e após o julgamento de Lee Jae-yong, foi possível estabelecer um sindicato na empresa. Jae-yong, vice-presidente da Samsung Electronics e herdeiro do grupo Samsung, foi acusado de vários crimes ao longo dos anos, a exemplo de suborno, corrupção e desvio de recursos.

Resposta da empresa

Após isso, a Samsung declarou que continuará dialogando com o sindicato. “A Samsung manterá o diálogo com o sindicato dos trabalhadores daqui para frente, como tem feito”, disse um funcionário da empresa.

Dados do 1T24

No primeiro trimestre, a Samsung registrou um lucro líquido de 6,75 trilhões de won (US$ 4,91 bilhões), quadruplicando o valor de 1,57 trilhão de won do ano anterior, enquanto o lucro operacional aumentou quase dez vezes, atingindo 6,61 trilhões de won. A receita subiu 12,8%, alcançando 71,92 trilhões de won, com a divisão de celulares crescendo 7%, para 32,79 trilhões de won, e as vendas de chips avançando 68%, para 23,14 trilhões de won. A demanda por chips de IA impulsionou um lucro operacional de 1,91 trilhão de won na unidade de IA, revertendo quatro trimestres consecutivos de perdas, com expectativas de continuidade dessa tendência.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado