Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

BTG Pactual compra controle do Banco Nacional

Negócio envolve aprovações regulatórias e fim da liquidação

Compra do Banco Nacional pela BTG em foco. Na imagem, Marcos Magalhães Pinto, fundador da instituição (Foto: Robson Freitas/Divulgação)
Compra do Banco Nacional pela BTG em foco. Na imagem, Marcos Magalhães Pinto, fundador da instituição (Foto: Robson Freitas/Divulgação)

O BTG Pactual comunicou na última sexta-feira (31) a aquisição do controle acionário do Banco Nacional. A conclusão do negócio depende da cessação da liquidação extrajudicial e de aprovações regulatórias.

Histórico e crise do Banco Nacional

O Banco Nacional, fundado em 1944, foi uma instituição financeira proeminente no Brasil até sua falência em 1995, causada por gestão inadequada e fraudes contábeis. Desde 1996, entretanto, está em liquidação extrajudicial após intervenção do Banco Central.

Após isso, em novembro de 2023, o Banco Nacional aprovou um aumento de capital de R$ 1,443 bilhões. Dessa forma, a família Magalhães Pinto, controladora do banco, propôs um aumento de até R$ 1,529 bilhões, visando a venda para o BTG Pactual. Em 2014, por fim, o BTG tentou adquirir o Banco Nacional, mas a negociação não avançou na época.

Publicidade

Estratégia de investimento do BTG

O BTG Pactual, por sua vez, investe em empresas em dificuldades através de sua área de “Special Situations”. Além disso, o banco já adquiriu carteiras de créditos de instituições falidas como Banco Econômico, Bamerindus e BVA.

A aquisição, nesse sentido, depende do término da liquidação extrajudicial do Banco Nacional e de aprovações do Banco Central e do CADE. O BTG Pactual destacou que a operação faz parte de sua estratégia de recuperação de créditos inadimplentes e compra de ativos financeiros alternativos.

Leia também:

Impacto da aquisição

A compra do Banco Nacional pelo BTG Pactual, um dos principais bancos de investimento da América Latina, representa uma estratégia de recuperação e investimento em ativos problemáticos. O Banco Nacional informou aos acionistas sobre a venda total de ações ao BTG. Com a liderança de André Esteves, o BTG Pactual avança na compra do Banco Nacional, aguardando a cessação da liquidação extrajudicial e as aprovações regulatórias necessárias para a finalização da transação.

Histórico do BTG

O Banco BTG Pactual, fundado em 1983, é uma instituição financeira brasileira que se especializa em investimento de capital e risco. Além disso, gerencia fundos de investimento, patrimônio e ativos globais. Com sede no Rio de Janeiro e um escritório em São Paulo, o banco também possui escritórios em importantes centros financeiros como Nova Iorque, Londres e outras localidades na América Latina.

Inicialmente, o BTG Pactual surgiu da aquisição do banco UBS Pactual pelo BTG Investments. Atualmente, é uma empresa pública com mais de 290 parceiros e associados. Em termos de operações, o banco se destaca como um dos maiores gestores de ativos florestais do mundo, com investimentos na América Latina, EUA, Europa e África.

Ademais, o BTG Pactual atua em diversos setores, incluindo Investment Banking, Corporate Lending, Sales & Trading, Wealth Management e Asset Management, além de realizar investimentos proprietários em ativos líquidos e não líquidos. Consequentemente, é reconhecido como um dos principais bancos de investimento nos mercados emergentes, sendo o maior banco de investimento independente da América Latina.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado