Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Descubra as 10 empresas mais valiosas do mundo em 2024

Sete das dez empresas mais valiosas do mundo são do setor de tecnologia

Microsoft - Empresas mais valiosas do mundo
A Microsoft é a empresa mais valiosa do mundo (Imagem: Pixabay)

Na última quinta-feira (6), a Microsoft consolidou a posição como a empresa mais valiosa do mundo, alcançando um valor de mercado superior a US$ 3,1 trilhões. Em seguida, a Apple aparece com US$ 2,98 trilhões, enquanto a Nvidia ocupa a terceira posição com US$ 2,97 trilhões. Sendo assim, confira as 10 empresas mais valiosas do planeta.

Esses dados foram divulgados pelo site Companies Market Cap, que monitora as cotações das empresas em tempo real. A hegemonia das empresas de tecnologia é grande, com sete das dez maiores em valor de mercado pertencendo a esse setor.

O crescimento das Big Techs deve persistir, de acordo com Marco Saravalle, diretor de educação e certificação da APIMEC. Ele ressalta que a tecnologia, inteligência artificial e serviços associados são os principais motores de crescimento.

Publicidade

Ranking das empresas mais valiosas do mundo

Posição Empresa Valor de Mercado Setor de Atuação País
Microsoft US$ 3,155 trilhões Tecnologia EUA
Apple US$ 2,982 trilhões Tecnologia EUA
Nvidia US$ 2,977 trilhões Tecnologia EUA
Alphabet (Google) US$ 2,192 trilhões Tecnologia EUA
Amazon US$ 1,925 trilhões Tecnologia EUA
Saudi Aramco US$1,827 trilhões Energia Arábia Saudita
Meta (Facebook) US$ 1,252 trilhões Tecnologia EUA
Berkshire Hathaway US$ 888,01 bilhões Conglomerado EUA
TSMC US$ 840,14 bilhões Semicondutores Taiwan
10º Eli Lilly US$ 795,44 bilhões Farmacêutica EUA

 

As empresas de tecnologia estão expandindo as margens de rentabilidade e produtividade dos clientes. Investidores pagam múltiplos maiores esperando surpresas positivas nos próximos trimestres.

Ascenção da Nvidia

Nvidia - Empresas mais valiosas do mundo
Atualmente, a Nvidia ocupa a terceira posição das empresas mais valiosas do mundo (Imagem: Unsplash)

Em 2024, a Nvidia se destacou com um lucro líquido de US$ 14,88 bilhões, um crescimento de 628% em relação ao ano anterior. Fundada em 1993, a empresa evoluiu de uma fabricante de chips para um desenvolvedor de supercomputadores, simuladores de robôs e soluções para veículos autônomos.

A empresa surpreendeu positivamente em relação aos resultados de receita, superando as projeções do mercado e expandindo a lucratividade. A cada trimestre, a companhia tem revisado para cima as projeções, principalmente de receita.

Afinal, a continuidade desse crescimento depende da manutenção do ritmo de expansão. O preço de mercado da ação da empresa reflete as expectativas dos investidores para os próximos anos. Com outras gigantes da tecnologia investindo mais em data-centers, haverá uma demanda crescente por chips potentes, área em que a Nvidia se destaca. O cenário garante que a empresa continuará colhendo frutos nos próximos anos.

História de Jensen Huang, CEO da Nvidia

A fortuna de Jensen Huang, co-fundador da Nvidia, atingiu US$ 91,3 bilhões no final de maio, impulsionada por um desempenho da empresa de chips. Assim, a valorização o posicionou acima de cada um dos membros da família Walton no Bloomberg Billionaires Index, colocando-o como a 17ª pessoa mais rica do mundo.

As ações da Nvidia, beneficiada pelo crescimento da demanda por inteligência artificial, subiram 9,3% após uma previsão otimista de vendas. A empresa é a principal beneficiária do aumento dos gastos com tecnologia de IA, especialmente pelos “chips aceleradores de IA”, que elevaram o valor de mercado da Nvidia para mais de US$ 2,977 trilhões.

Leia também:

 

Nascido em Taiwan, Jensen Huang passou a infância entre o país e a Tailândia, antes de se mudar para os Estados Unidos devido à instabilidade política no país de origem. O CEO da empresa se formou em engenharia elétrica pela Oregon State University em 1984 e obteve um mestrado pela Stanford University em 1992.

Nvidia

A Nvidia, inicialmente focada em placas gráficas para jogos, adaptou os chips para desenvolver software de IA, o que abriu um novo mercado. Portanto, Jensen Huang, conhecido pela icônica jaqueta de couro preta, é agora uma figura celebrada na era da IA.

A fortuna dele deriva da participação de 3,5% na Nvidia, empresa que ele co-fundou em 1993 com Chris Malachowsky e Curtis Priem. A Nvidia lançou a primeira unidade de processamento gráfico em 1999 e abriu capital no mesmo ano.

Assim, a fortuna de Jensen Huang, impulsionada pelo desempenho da Nvidia, o coloca à frente dos três membros mais ricos da família Walton: Jim Walton (US$ 86,5 bilhões), Rob Walton (US$ 84,6 bilhões) e Alice Walton (US$ 83,8 bilhões). Juntos, os Waltons controlam cerca de metade do Walmart. Assim, a empresa é a maior varejista do mundo, com um valor de mercado superior a US$ 500 bilhões.

Desempenho do Walmart

Apesar dos lucros e previsões positivas do Walmart no primeiro trimestre, com as ações subindo 23% este ano, o crescimento da Nvidia foi mais forte. Sendo assim, as ações da empresa são as terceiras de melhor desempenho no S&P 500 em 2024, subindo 110% devido à forte demanda por tecnologia de IA.

Jensen Huang celebrou o momento dizendo: “Este é o começo de uma nova revolução industrial”. A visão e liderança na Nvidia fizeram a fortuna superar a de cada membro da família Walton, tornando-se uma figura central na revolução tecnológica atual.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado