Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Com fim da crise, Yara Brasil quita pagamentos de CRAs

Yara resolve obrigações com investidores

Pagamento de CRAs resolve crise da Yara Brasil. (Foto: Divulgação)
Pagamento de CRAs resolve crise da Yara Brasil. (Foto: Divulgação)

Recentemente, a Yara Brasil, multinacional do setor de fertilizantes, anunciou a quitação de todas as suas obrigações com investidores titulares de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) seniores. A Ecoagro, securitizadora responsável pela estruturação da operação, confirmou que o pagamento foi realizado dentro do prazo regular, durando menos de 15 dias.

Os CRAs são títulos de renda fixa lastreados por empréstimos ligados à produção, comercialização, beneficiamento ou industrialização de produtos, insumos ou máquinas do agronegócio. No caso da Yara, nove das 26 empresas emitentes das notas promissórias que lastreavam os CRAs não fizeram os repasses até a data de vencimento, resultando em uma dívida de aproximadamente R$ 84 milhões.

A crise dos pagamentos na Yara Brasil

A Yara Brasil enfrentou problemas quando não recebeu os pagamentos dos empréstimos que davam lastro aos CRAs, resultando em um atraso no pagamento aos investidores de cotas seniores. Na ocasião, a empresa negou que se tratava de um calote, alegando que o atraso era justificado por fatores de mercado.

Publicidade

Com isso, a Ecoagro tomou medidas para regularizar o saldo devedor dos CRAs. Notificou a fiadora da operação para realizar o pagamento do saldo devedor até uma data específica. Além disso, cinco das empresas inadimplentes manifestaram interesse em regularizar seus débitos, totalizando R$ 45,3 milhões.

Leia também:

Pronunciamento da Yara Brasil

Entretanto, em um comunicado, a Yara Brasil negou a existência de um calote, classificando a situação como um atraso devido a fatores de mercado. A empresa afirmou estar cumprindo todas as suas responsabilidades e espera resolver a situação no curto prazo. Além disso, também reiterou seu compromisso com a estrutura do CRA e destacou a dinâmica pré-acordada com os investidores.

E mais: a aquisição de direitos pela Fassagro

Enquanto isso, a Fassagro está comprando direitos relativos a ativos da Yara Brasil, relacionados à produção e comercialização de fertilizantes finais NPK líquidos. A Fassagro, destacada na produção de fertilizantes líquidos, faz parte do Grupo ENG, que oferece soluções para processos industriais no setor sucroenergético.

A regularização dos pagamentos e a possível aquisição pela Fassagro são para o mercado agro. A Yara, subsidiária do grupo norueguês Yara International ASA, fundada em 1905, é conhecida globalmente por suas soluções para a agricultura e a indústria.

Controvérsias

Em 2014, a Yara International foi considerada culpada por acusações de corrupção em negócios na Líbia, Índia e Rússia. Dois anos antes, a Yara havia apresentado uma receita de US$ 14 bilhões. A empresa foi condenada a pagar US$ 48 milhões em multas ao governo norueguês – a maior multa corporativa da história do país – depois de admitir ter pago mais de US$ 12 milhões em subornos entre 2004 e 2009. A Yara reconheceu ter subornado altos funcionários do governo na Índia e na Líbia, incluindo o ex-ministro do petróleo de Muammar Gaddafi, Shorki Muhammad Ghanem.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado