Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ceará: Programa Pai d’Égua elege as seis empresas que mais contribuíram com a conformidade tributária

Imagem: Divulgação Governo do Estado do Ceará

As empresas se destacaram no total de 1.520 que conquistaram o selo 5 Jangadas

Seis empresas receberam, nesta quinta-feira (23), o reconhecimento pelas 5 Jangadas conquistadas no Programa de Conformidade Tributária Contribuinte Pai d’Égua, da Secretaria da Fazenda do Ceará. São elas: DAG (comércio atacadista), Dakota (indústria), Expresso Guanabara (serviços de transporte), Garliava (serviços de comunicação), Itaueira (produtor agropecuário) e Macavi (comércio varejista).

Essas seis empresas representam seus segmentos econômicos no critério de arrecadação durante a etapa inicial de implantação do Programa. Elas integram o total de 1.520 que conquistaram o selo 5 Jangadas, pontuação máxima que o estabelecimento pode alcançar por entregar todas as Escriturações Fiscais Digitais (EFDs) obrigatórias nos últimos cinco anos; estar em dia com o pagamento dos impostos estaduais; e ter declarado corretamente as notas fiscais de entrada e saída na EFD.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

“O Estado do Ceará tem se projetado de forma muito positiva com relação ao nível de investimento, baseado também na condição de equilíbrio e responsabilidade. Prezamos pela estabilidade para ter a possibilidade de fazer os investimentos relevantes para a sociedade, especialmente os que mais precisam, mas em todas as áreas, em todas as frentes. E a transparência é outra coisa muito importante. O Ceará aparece nos primeiros lugares nos rankings nacionais. É uma evidência de que nós precisamos e sabemos investir os recursos que vêm do contribuinte, e devemos prestar contas disso”, apontou a governadora Izolda Cela.

Imagem: Divulgação

O Contribuinte Pai d’Égua é um programa que tem como objetivo fomentar a autorregularização e a auto conformidade tributária por meio de uma mudança no relacionamento com o contribuinte. O programa tem como foco a simplificação de processos tributários, a transparência, a comunicação e o diálogo. Com essa ação, a Sefaz pretende promover a justiça fiscal e melhorar o ambiente de negócios no Ceará.

“Por muito tempo, vimos a SEFAZ como um órgão que cobra e penaliza, mas dificilmente havia o reconhecimento aquelas empresas que cumpriam com todas as suas obrigações, como recolhimento de produtos, informações de compra e venda. O Prêmio Pai d’Égua vem para preencher essa lacuna que existia onde apenas a Sefaz representa um órgão de cobrança. O Pai d’Égua dá ênfase às empresas que contribuem para o desenvolvimento do Ceará”, comenta Francélio Cavalcante, vice-presidente do CRC-CE (Conselho Regional de Contabilidade do Ceará).

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado