“É uma virada decisiva”, afirma Rodrigo Mello, CEO da Kroma Energia, sobre o investimento em energia solar superando o petróleo pela primeira vez em 2023

O ano de 2023 traz um novo capítulo na história energética global. Como destaca o CEO da Kroma Energia, Rodrigo Mello, “é uma virada decisiva”. A Agência Internacional de Energia (IEA) anunciou que, pela primeira vez, os investimentos em energia solar ultrapassarão os da produção de petróleo, colocando-a em destaque no cenário energético global.

O relatório World Energy Investment da IEA realça essa mudança significativa no investimento global. Desde 2021, o investimento anual em energia renovável subiu quase 25%, enquanto os combustíveis fósseis tiveram um aumento modesto de apenas 15%. Em 2023, os investimentos em energia solar devem chegar a mais de US$ 1 bilhão por dia, totalizando incríveis US$ 382 bilhões anualmente – superando os US$ 371 bilhões alocados para a produção de petróleo.

“A transição para a energia limpa está acontecendo mais rápido do que muitos previam. Para cada dólar investido em combustíveis fósseis, aproximadamente US$ 1,7 vai para a energia limpa. Essa proporção era de um para um há apenas cinco anos atrás”, destacou Fatih Birol, Diretor Executivo da IEA.

A previsão é que os investimentos globais em energia atinjam cerca de US$ 2,8 trilhões em 2023, com mais de US$ 1,7 trilhão destinados a energias renováveis, energia nuclear, veículos elétricos e melhorias na eficiência energética.

Para Rodrigo Mello, CEO da Kroma Energia, estamos vivendo um momento sem precedentes. “É uma virada decisiva para um futuro mais limpo e sustentável”, enfatizou Mello, comentando o fato de o investimento em energia solar superar o petróleo pela primeira vez.

Ele acrescentou: “Estamos vendo uma clara manifestação da consciência global sobre a necessidade de mudarmos de combustíveis fósseis. Isso é também um testemunho do tremendo progresso tecnológico na indústria solar. Na Kroma Energia, estamos otimistas com esse desenvolvimento e vamos continuar a impulsionar o crescimento da energia solar, contribuindo para um planeta mais saudável e sustentável.”

Dave Jones, chefe de insights de dados do think tank de energia Ember, concorda. “A energia solar está emergindo como a principal ferramenta para a rápida descarbonização da economia.”

Mello tem uma visão otimista do futuro. “Acreditamos que isto é apenas o começo. A energia solar tem um enorme potencial inexplorado. Com investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento, podemos ainda esperar mais avanços tecnológicos. Na Kroma Energia, estamos comprometidos em liderar essa revolução, oferecendo soluções de energia solar de alta qualidade e eficientes, acessíveis a um número cada vez maior de consumidores.”

O aumento dos investimentos em energia solar indica claramente uma mudança de paradigma. Como Mello observou: “As empresas e os investidores estão se alinhando à necessidade urgente de combater as mudanças climáticas. Eles estão demonstrando um compromisso tangível com a sustentabilidade e, ao mesmo tempo, reconhecendo a viabilidade econômica da energia solar.”

Essa transição para fontes de energia mais limpas e renováveis vem com uma série de benefícios. Além de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, a energia solar também cria oportunidades de emprego e ajuda a estimular a economia.

“Ao investir em energia solar, não estamos apenas investindo em um futuro sustentável, mas também impulsionando a inovação e a criação de empregos. Este é um momento emocionante para a indústria e estou ansioso para ver o que o futuro nos reserva”, afirmou Mello, reforçando a ideia de uma “virada decisiva” para a energia solar.

Por fim, a previsão para 2023 aponta para uma tendência ascendente. À medida que mais investimentos são direcionados para a energia solar, podemos esperar uma expansão significativa desta indústria. Com empresas como a Kroma Energia liderando o caminho e, como Rodrigo Mello bem colocou, “É uma virada decisiva”, o futuro da energia solar parece mais brilhante do que nunca.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado