Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais de 18 mil mudas nativas da Caatinga são plantadas com apoio da FIEC em Maracanaú

Pensando em contribuir para o desenvolvimento e preservação da Caatinga, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) atuou em parceria com a Associação Caatinga e a união trouxe resultados positivos nos últimos doze meses: 18.750 mudas nativas do principal bioma nordestino foram plantadas nesse período, para a recuperação de uma área equivalente a 30 hectares de degradação ambiental – de um total de 136 hectares da Fazenda Raposa, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A ação, iniciada em março de 2022, tem impacto positivo em outras três unidades de conservação vizinhas: Área de Proteção Ambiental do Rio Maranguapinho (1.789 hectares), Parque Estadual do Cocó (1.571 hectares) e a Área de Proteção Ambiental da Serra da Aratanha (6.448 hectares). Além da FIEC, o projeto tem apoio da Coca-Cola Foundation e da Solar Coca-Cola, além da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, da Prefeitura de Maracanaú, da Universidade Federal do Ceará (UFC), Durametal e White Martins.

A iniciativa tem como objetivo conceder suporte à preservação também da fauna pois, apesar do Brasil ser o país com maior biodiversidade do mundo, o risco de extinção de algumas espécies animais segue crescendo, enquanto outras estão sendo extintas de fato. “Isso é um dos nossos maiores patrimônios e precisa ser conservado. Essa biodiversidade é a base da sobrevivência humana, interferindo no clima, na purificação da água, no solo, em tudo”, destaca Daniel Fernandes, coordenador geral da Associação Caatinga, em entrevista concedida ao jornal Opinião.

Publicidade

Outros objetivos do projeto são a ampliação do sequestro e do estoque de carbono da área, garantir a segurança hídrica das bacias hidrográficas da região e proteger as coleções de diferentes espécies de carnaúbas que estão dentro da Fazenda Raposa.

Sobre a Associação Caatinga

A Associação Caatinga é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, cuja missão é promover a conservação das terras, florestas e águas da Caatinga para garantir a permanência de todas as suas formas de vida. Desde 1998, atua na proteção da Caatinga e no fomento ao desenvolvimento local sustentável, incrementando a resiliência de comunidades rurais à semiaridez e aos efeitos do aquecimento global.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado