Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Investimento Recorde no financiamento agrícola na Temporada Agrícola 2022/23

O financiamento agrícola é caracterizado por fundos designados para cobrir despesas correntes dos ciclos produtivos na agroindústria, investimentos em bens e serviços, e despesas relativas à venda e processamento dos produtos. A última temporada agrícola 2022/23, que se estende de julho do ano anterior até maio deste ano, marcou um recorde, superando a marca de R$ 300 bilhões em crédito rural pela primeira vez. Os desembolsos durante este período totalizaram R$ 317,2 bilhões, um aumento de 18% em comparação com a temporada anterior, de acordo com informações do Banco Central levantadas em 5 de junho e analisadas pela Valor.

Os empréstimos aumentaram 8% em relação ao ciclo de 2021/22. Dos R$ 317,2 bilhões desembolsados até maio, R$ 86,7 bilhões foram de programas com equalização pelo Tesouro Nacional. O custeio foi a principal categoria de desembolsos nesta temporada. Ao longo de 11 meses, foram concedidos R$ 188,1 bilhões.

Apesar da escassez de fundos para subsídios em investimentos equalizados, que foram a maioria nesta temporada, os financiamentos nesta categoria cresceram 5% em comparação com o ciclo anterior, de R$ 79,8 bilhões para R$ 83,8 bilhões.

Publicidade

Na terça-feira (6), Carlos Fávaro, Ministro da Agricultura e Pecuária, anunciou a liberação de R$ 3,6 bilhões para o Plano Safra (Safrinha) e de R$ 4 bilhões para financiamentos em dólar para investimentos em crédito rural. Estes recursos serão utilizados para a construção e expansão de armazéns, projetos de irrigação, formação e restauração de pastagens, geração e distribuição de energia de fontes renováveis, e regularização ambiental da propriedade. O anúncio foi feito na abertura da Bahia Farm Show, em Luís Eduardo Magalhães (BA), evento que contou também com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Além disso, Fávaro enfatizou uma linha de crédito destinada ao apoio de estradas vicinais, que facilitam o fluxo de mercadorias e serviços em áreas rurais dos municípios. Estes caminhos normalmente são desenvolvidos a partir de trilhas e rotas já existentes, tendo como característica a presença de rampas íngremes e curvas acentuadas.

Em suma, o Ministério da Agricultura está empenhado em alavancar o setor agropecuário com a disponibilização de recursos significativos para infraestrutura e desenvolvimento. Com a taxa de juros fixa de até 8,06% ao ano mais a variação do dólar e um prazo de 120 meses com até 24 de carência, o BNDES disponibilizou cerca de R$ 11 bilhões para o setor agropecuário neste primeiro semestre. Além disso, o Banco do Brasil registrou em maio de 2023 o maior investimento de toda a sua história no setor, totalizando aproximadamente R$ 15 bilhões.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado