Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Boletim Focus: projeção para a inflação volta a cair e estimativa do PIB vai a 2,14%

Imagem: Freepik

De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (19/06) pelo Relatório Boletim Focus do Banco Central, as projeções para a inflação de 2023 e 2024 feitas pelos analistas de mercado tiveram nova queda na semana. A estimativa do IPCA para este ano caiu pela quinta semana consecutiva, de 5,42% para 5,12%. Já a previsão para o ano que vem acumulou o terceiro recuo seguido, de 4,04% para 4,0%. Essa redução nas projeções de inflação traz expectativas mais favoráveis para o poder de compra dos consumidores.

A projeção para o PIB de 2023 também voltou a subir, indicando um possível crescimento econômico. A estimativa agora é de 2,14%, representando a sexta semana seguida de alta. Para 2024, no entanto, houve uma redução na projeção, de 1,27% para 1,20%.

Outros indicadores econômicos também tiveram variações nas estimativas. A taxa de juros básica da economia brasileira (Selic) apresentou uma queda, passando de 12,50% para 12,25% após oito semanas de estabilidade. Para 2024, a projeção recuou de 10,0% para 9,50% após 17 semanas. As estimativas para 2025 (9,0%) e 2026 (8,75%) se mantiveram estáveis.

Publicidade

No que diz respeito à moeda estrangeira, a projeção para o dólar também registrou queda. Em 2023, a estimativa passou de R$ 5,10 para R$ 5,00. Para 2024, houve uma redução de R$ 5,17 para R$ 5,10, e em 2025, o valor previsto caiu de R$ 5,20 para R$ 5,18. Já para 2026, a projeção diminuiu de R$ 5,26 para R$ 5,25.

No cenário fiscal, o resultado primário teve algumas alterações. Em 2023, a previsão de déficit em relação ao PIB passou de 1,05% para -1,01%. Entretanto, a estimativa para 2024 piorou, indo de -0,70% do PIB para -0,80%. Para 2025, a projeção também se deteriorou, de -0,37% para -0,50%. Já em 2026, o valor estimado foi de -0,20% para -0,25% do PIB.

Quanto à dívida líquida do setor público, a projeção para este ano se manteve em 60,60% do PIB. No entanto, para 2024, houve uma leve redução, de 64,40% para 64,20% do PIB. Para 2025, a estimativa permaneceu em 66,0% do PIB, enquanto em 2026, houve um recuo de 67,40% para 67,10% do PIB.

Por fim, as projeções para o superávit também sofreram alterações. Para 2023, a expectativa aumentou de US$ 59,20 bilhões para US$ 61,15 bilhões. Já para 2024, houve uma evolução de um saldo positivo de US$ 55,30 bilhões para US$ 57,80 bilhões. No entanto, para 2025, a estimativa caiu de US$ 60 bilhões para US$ 55 bilhões. A projeção para 2026 permaneceu em US$ 55 bilhões.

Essas atualizações nas projeções econômicas fornecidas pelo Relatório Focus do Banco Central são de extrema importância para investidores, empresários e para a população em geral. Elas refletem as expectativas do mercado e podem auxiliar nas decisões financeiras e estratégicas. É fundamental acompanhar essas informações para compreender o panorama econômico e tomar medidas adequadas para o futuro.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado