Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tesouro Direto: Analistas Preveem Benefícios para Títulos de Curto Prazo após Manutenção da Selic

Foto: Reprodução

Antes mesmo do anúncio oficial do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a manutenção da taxa de juros em 13,75% ao ano, analistas da XP Investimentos já indicavam um cenário favorável para os títulos de curto prazo do Tesouro Direto.

As previsões sugerem que a decisão do Copom, anunciada nesta quarta-feira (21), pode trazer benefícios para esses investimentos. A corretora se mantém otimista em relação à renda fixa, mesmo com a possibilidade da Selic cair nos próximos meses.

No período anterior à divulgação da decisão do Copom, as taxas dos Tesouros Prefixados 2029 e com juros semestrais 2033 atingiram suas mínimas históricas, apresentando rentabilidades de 10,91% e 11,00%, respectivamente. Os títulos foram negociados a preços unitários de R$ 565,10 e R$ 991,38.

Publicidade

Os títulos atrelados à inflação, como o Tesouro IPCA+ e Tesouro Renda+, permaneceram praticamente estáveis. Por outro lado, os juros do Tesouro Selic encontraram espaço para subir à espera da decisão do Copom. Os Tesouros Selic 2026 e 2029 ofereciam taxas de rentabilidade de 0,0664% e 0,1644%, respectivamente, nos valores de R$ 13.378,14 e R$ 13.277,80.

Com a Selic em 13,75%, as taxas de juros continuam altas, tornando o IPCA um tema constante de monitoramento, como destacam os analistas da XP Investimentos. Esse cenário atual abre um panorama interessante para investidores atentos à dinâmica do Tesouro Direto e da renda fixa.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado