Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Brasil ultrapassa 2 milhões de sistemas solares, aponta Absolar: Energia solar ganha destaque na matriz elétrica brasileira

O Brasil, rico em recursos solares, deu um grande passo na adoção de energia renovável, ultrapassando a marca de 2 milhões de sistemas solares fotovoltaicos instalados em residências, comércios e indústrias. Este número foi confirmado por um levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), colocando o país como um protagonista em potencial no setor de energia solar.

Os sistemas instalados, espalhados por telhados, fachadas, pequenos terrenos e prédios públicos, geram atualmente 22 gigawatts (GW) de potência. Ainda de acordo com a Absolar, a energia solar já ultrapassou a fonte eólica, conquistando o segundo lugar na matriz elétrica brasileira, atrás apenas da energia hídrica.

“A confirmação desses números não só demonstra o enorme potencial que o Brasil tem para a geração solar fotovoltaica, mas também o desejo do consumidor brasileiro de gerar a própria energia, economizando na conta de luz e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país”, disse Bárbara Rubim, vice-presidente da Absolar.

Publicidade

Desde 2012, o setor atraiu investimentos privados de R$ 111,2 bilhões, criando quase 700 mil novos empregos e contribuindo com R$ 29,8 bilhões para os cofres públicos. Contudo, os primeiros seis meses de 2023 viram uma desaceleração nas vendas devido à mudança no cenário político e situação macroeconômica do país.

Entretanto, as perspectivas são otimistas. A expectativa para 2023 é de que a produção atinja entre 25 e 28 GW, com um aumento de 10 GW de capacidade instalada em relação a 2022. A Absolar também revelou que os 2 milhões de sistemas fotovoltaicos atendem a 2,6 milhões de unidades consumidoras, presentes em 5.530 municípios e em todos os estados.

“Acreditamos que, com mais programas governamentais para a energia fotovoltaica, incluindo geração em prédios públicos, seremos capazes de atingir todos os 5.570 municípios até o fim do ano”, concluiu Rubim.

Com informações da Agência Brasil

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado