Arezzo registra queda de 7% no lucro do segundo trimestre

Divulgação

A empresa Arezzo, referência no setor de calçados e acessórios, observou uma redução de 7% em seu lucro no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando aproximadamente R$ 114 milhões.

Apesar dessa diminuição, a companhia continuou apresentando resultados operacionais consistentes. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de impostos, depreciação e amortizações) experimentou um crescimento de 22,1%, totalizando R$ 198 milhões. Paralelamente, a receita líquida teve um aumento de 19,7% em relação ao segundo trimestre de 2022, totalizando R$ 1,1 bilhão.

A razão subjacente à queda no lucro já estava nos prognósticos dos analistas e decorreu do aumento das despesas financeiras. No período entre abril e junho de 2022, a empresa possuía um saldo de R$ 360 milhões em caixa, uma parcela dos recursos captados por meio de uma emissão secundária de R$ 830 milhões realizada em fevereiro. Porém, no segundo trimestre deste ano, a empresa detinha uma dívida líquida no caixa de R$ 346 milhões.

Atualmente, a relação entre a dívida e a geração de caixa medida pelo Ebitda está em 0,5 vez, e existe uma tendência de melhoria a partir do segundo semestre, visto que as bases de comparação das despesas serão reduzidas, conforme destacou Sachete, executivo da Arezzo.

O mês de setembro marcará o lançamento da marca Arezzo na rede varejista Macy’s, o que se antevê que ampliará a exposição da marca no mercado norte-americano.

Brasil

Em relação ao desempenho da Arezzo no Brasil durante o segundo trimestre, Sachete afirmou que a empresa sofreu um impacto mínimo em decorrência da crise econômica, uma vez que as marcas da Arezzo possuem resiliência, sendo direcionadas a consumidores com maior poder aquisitivo.

O segundo trimestre, caracterizado por incluir datas relevantes para o grupo, apresentou um bom desempenho. O sábado que precedeu o Dia das Mães marcou um recorde histórico de vendas para a corporação. As marcas de vestuário, um segmento de negócios incorporado após a aquisição da Reserva, também apresentaram um desempenho notável no Dia dos Namorados.

De forma abrangente, todas as marcas da Arezzo registraram crescimento nas vendas. Ao todo, a empresa acumulou vendas no valor de R$ 1,4 bilhão, representando um aumento de 21,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Vale destacar que, em 2022, já havia sido alcançado um crescimento de 65% em relação a 2021.

As vendas online, que antes da pandemia representavam 12% do total, atingiram a marca de 24% no último trimestre. Como resultado, alguns dos números alcançados superaram as previsões de algumas casas de análises. O Citi, por exemplo, havia estimado um lucro líquido de R$ 94 milhões, enquanto a empresa registrou R$ 100 milhões nesse indicador reportado e R$ 114 milhões de forma recorrente.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado