Light mantém esforço para reter caixa

Foto: Divulgação

Na teleconferência recente que discutiu os resultados do segundo trimestre, o destaque foi a abordagem proativa da Light para conter suas perdas de caixa. O CEO da empresa, Octavio Pereira Lopes, compartilhou que a nova administração, que está liderando o processo de recuperação judicial nos últimos três meses, está priorizando a contenção do consumo de caixa da distribuidora. Essa estratégia de investimento está sendo direcionada para combater as perdas financeiras.

De acordo com a empresa, a métrica Totex (soma do Capex e do PMSO) registrou uma redução de 30% no primeiro trimestre, enquanto o fluxo de caixa diminuiu em R$ 87 milhões em comparação com o mesmo período de 2022. Ao longo do semestre, a Light alcançou um saldo positivo de R$ 230 milhões em fluxo de caixa, marcando uma notável mudança em relação ao consumo de caixa de R$ 59 milhões reportado nos primeiros seis meses do ano anterior. Essa reviravolta foi alcançada por meio da redução de investimentos e da descontinuação de medidas que gerariam retornos em um horizonte mais longo, conforme mencionou Lopes. “A empresa consegue otimizar o fluxo de caixa a curto prazo, mantendo indicadores operacionais robustos e garantindo a segurança do sistema”, afirmou. Ele ainda destacou que a nova administração está comprometida em atender às metas de qualidade estabelecidas pela Aneel, servindo aos clientes e ao mesmo tempo equilibrando a saúde financeira da empresa. Isso é priorizado por meio de ações de curto prazo.

A duração da teleconferência da Light foi de exatos 13 minutos, sendo que, ao final, nenhum questionamento foi levantado pelos analistas.

Quanto aos números, o Ebitda da empresa atingiu R$ 424 milhões no trimestre, representando uma queda de 31% em relação ao mesmo período de 2022. No entanto, esse resultado ficou 21% abaixo das projeções do mercado. Analistas do Morgan Stanley explicam que esse desempenho mais fraco se deve a perdas de energia que excederam as expectativas. Por outro lado, o lucro líquido de R$ 109 milhões superou as estimativas, impulsionado principalmente por resultados financeiros positivos, incluindo a variação cambial favorável, atualizações em ativos financeiros do setor e créditos de PIS/Cofins.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado