Países da OCDE aumentam endividamento em até 113,8% do PIB

Sede da OCDE
Imagem:Divulgação

A dívida governamental dos países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) atingiu um nível preocupante, chegando a 113,8% em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) em 2022. Isso é resultado do aumento dos gastos em muitos países em resposta aos desafios impostos pela pandemia e outros eventos globais.

Segundo o relatório recentemente divulgado pela OCDE sobre reformas fiscais, a tarefa de garantir a sustentabilidade das finanças públicas tornou-se ainda mais diícil recentemente. A pandemia da COVID-19, a guerra desencadeada pela invasão russa na Ucrânia e a volatilidade nos preços de energia contribuíram para esse cenário complexo.

Além disso, os aumentos nas taxas de juros implementados em 2022 também podem ter adicionado pressão às finanças públicas, como observa o relatório. Essa combinação de fatores torna essencial que os países da OCDE adotem medidas eficazes para lidar com o aumento da dívida e restaurar a estabilidade fiscal.

A crescente dívida da OCDE é um tema de preocupação global, pois pode ter implicações significativas na estabilidade econômica mundial. Portanto, a busca por soluções para esse desafio financeiro continua sendo uma prioridade para a comunidade internacional.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado