Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Crescimento Sustentável: PIB brasileiro avança 0,9% no segundo trimestre de 2023

Foto: Pexels

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil demonstrou resiliência e avançou 0,9% no segundo trimestre de 2023, em relação ao trimestre anterior, considerando os ajustes sazonais. Este crescimento constante é um sinal positivo da recuperação econômica do país. Comparando com o mesmo período de 2022, o PIB registrou um notável crescimento de 3,4%, com uma alta acumulada de 3,7% no primeiro semestre do ano.

Um dos principais motores desse avanço foi o setor agropecuário, que experimentou um crescimento impressionante de 17% em relação ao mesmo período do ano anterior. Este desempenho excepcional pode ser atribuído principalmente ao favorável rendimento de produtos agrícolas de relevância no segundo trimestre, como a soja (24,5%), o milho (13,7%), o algodão (10,2%) e o café (5,3%). O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) destaca que os ganhos de produtividade nas lavouras contribuíram significativamente para esse crescimento.

No âmbito do comércio exterior, as Exportações de Bens e Serviços avançaram notavelmente, registrando um crescimento de 12,1%, enquanto as Importações de Bens e Serviços aumentaram em 2,1% no segundo trimestre de 2023. Esse aumento nas exportações foi impulsionado principalmente pelos produtos agropecuários, extrativos minerais e alimentos.

Publicidade

A distribuição do valor agregado entre as atividades econômicas mostra que a Agropecuária contribuiu com 7,9%, a Indústria com 23,9%, e os Serviços com 68,2% do PIB. Comparando o primeiro semestre de 2023 com o mesmo período de 2022, houve desempenho positivo em todas as áreas: Agropecuária (17,9%), Indústria (1,7%) e Serviços (2,6%).

É notável que, ao relacionar essas taxas de crescimento com a participação de cada setor no Valor Agregado, a Agropecuária surpreendentemente contribui com 38,2% para o PIB, enquanto a Indústria contribui com 10,98% e os Serviços com 47,9%. Isso destaca a influência significativa da Agropecuária na economia brasileira, representando quase cinco vezes o seu tamanho na contribuição para o PIB. Os números positivos do PIB e a expansão da Agropecuária e das exportações são indicativos da resiliência da economia brasileira e de seu potencial de crescimento.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado