Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

IGP-10 registra alta devido à inflação de combustíveis

Foto: Pexels

A Fundação Getulio Vargas (FGV) anunciou nesta segunda-feira (18) que o Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) apresentou um aumento significativo em setembro, marcando o primeiro resultado positivo desde março. O indicador subiu 0,18%, praticamente em linha com a expectativa dos economistas, que previam um avanço de 0,17%.

Com isso, o IGP-10 acumula nos últimos 12 meses uma queda de 6,35%, indicando uma desaceleração das perdas em comparação à deflação de 7,37% registrada em agosto.

Em setembro, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que tem um peso de 60% no índice geral, registrou um aumento de 0,23%, revertendo a queda de 0,20% do mês anterior.

Publicidade

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do indicador geral, teve uma variação positiva de 0,02% em setembro, em contraste com a leve queda de 0,01% no mês anterior.

A FGV destaca que quatro das oito classes de despesa componentes do IPC-10 apresentaram aumento em suas taxas de variação. O grupo de Transportes foi o destaque, com uma alta de 1,19%, em comparação com os 0,47% registrados no mês anterior. Dentro dessa categoria, a gasolina teve um aumento significativo, passando de 1,86% em agosto para 3,42% em setembro.

Por sua vez, o grupo de Habitação registrou uma mudança de queda de 0,24% para um avanço de 0,42%. Alimentação reduziu o recuo de 0,72% para 0,69% e Comunicação passou de estabilidade para uma alta de 0,08%.

Enquanto isso, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve um aumento de 0,18% em setembro, contra 0,17% em agosto, sinalizando uma ligeira aceleração nesse setor.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado