Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Elon Musk e sua agenda política

Vestido com uma camiseta preta, chapéu de cowboy preto e óculos de sol no estilo aviador, Musk defendeu uma abordagem de duas frentes para a reforma das leis de imigração dos EUA em um vídeo selfie postado na plataforma de mídia social X.
Foto: Reprodução/Internet

O bilionário Elon Musk mergulhou no debate sobre imigração nos Estados Unidos na quinta-feira (28). Durante uma visita à fronteira do Texas com o México, se encontrou com políticos locais para obter uma visão “sem filtro” da situação.

A visita de Musk ocorreu no momento em que milhares de imigrantes têm se aventurado no norte do México nos últimos dias em trens de carga e ônibus, cruzando então a fronteira dos EUA para os estados do Texas, Arizona e Califórnia em um aumento nas chegadas de pessoas em busca de asilo nos Estados Unidos.

Nesse sentido, o aumento acentuado segue uma pausa anterior nas travessias não autorizadas da fronteira. Ao passo que uma nova política de asilo foi imposta pelo governo do presidente democrata Joe Biden para desencorajar tal atividade.

Publicidade

Musk visitou Eagle Pass, onde multidões de migrantes têm atravessado o Rio Grande perto de uma ponte ferroviária em Eagle Pass nos últimos dias, sem se deterem diante das bobinas de arame farpado colocadas nas margens do rio pela Guarda Nacional do Texas.

No centro do debate sobre imigração

Musk defendeu uma abordagem de duas frentes para a reforma das leis de imigração dos EUA. Ele pediu por uma “aprovação legal acelerada” como parte de um “sistema de imigração legal amplamente expandido”. Ou seja, receber imigrantes “trabalhadores e honestos”, ao mesmo tempo em que impeça a entrada daqueles que estão “quebrando a lei”.

“Queremos fazer as duas coisas – facilitar a imigração legal e impedir o fluxo de pessoas em uma magnitude tão grande que estamos levando ao colapso dos serviços sociais”, disse Musk. Natural da África do Sul, ele mencionou seu próprio status como “imigrante nos Estados Unidos” e se declarou “extremamente a favor da imigração”. CEO da Tesla (TSLA.O) e da SpaceX, Musk tem se envolvido cada vez mais na política americana.

Agenda política de Musk

Ele hospedou o lançamento da campanha presidencial republicana do governador da Flórida, Ron DeSantis, no Twitter em maio, o que chegou a derrubar o serviço. Ele também afirmou neste mês que recusou um pedido ucraniano para usar sua rede de satélites Starlink. O objetivo era ajudar na defesa contra a Rússia. Além disso, se reuniu na semana passada com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu. Na ocasião, a autoridade o sugeriu a equilibrar a proteção da liberdade de expressão e o combate ao discurso de ódio na X.

No vídeo de 4 minutos, ele apresentou o representante dos EUA Tony Gonzales, um republicano do Texas cujo distrito se estende por mais de 800 milhas na fronteira, que deu as boas-vindas a Musk e afirmou que as pessoas ao longo da fronteira do Texas “realmente se sentem abandonadas”. Musk tem mais do que um pequeno interesse na economia do Texas. A Gigafactory Texas da Tesla está localizada em Austin, e a SpaceX opera uma importante instalação de testes e lançamentos na costa do Texas, em Boca Chica, perto de Brownsville.

 

 

 

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado