Senado: CAE aprova novos diretores do Banco Central

(Foto: Pedro França/Agência Senado)

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (28/11) a indicação de Rodrigo Teixeira e Paulo Picchetti como novos diretores do Banco Central. As mensagens MSF 78/2023 e MSF 79/2023, que formalizam suas nomeações, agora seguem para apreciação no Plenário. Durante a sabatina, ambos os indicados enfatizaram a importância da autonomia do Banco Central para a eficácia de suas operações.

Paulo Picchetti, ao ser questionado, salientou que “a autonomia cumpre um papel importante na eficiência do Banco Central, conforme demonstrado por literatura teórica e experiências internacionais”. Ele enfatizou que um BC independente não significa falta de diálogo ou prestação de contas. Por sua vez, Rodrigo Alves Teixeira destacou a necessidade de autonomia, mas reconheceu a importância de um “diálogo democrático” entre a instituição e o Palácio do Planalto. Teixeira frisou que, mesmo com mandatos não coincidentes com os do governo, é possível um diálogo produtivo para coordenar políticas monetárias e fiscais.

A autonomia do Banco Central, segundo Teixeira, não o isenta de críticas, que são “naturais e bem-vindas”. Ele também observou a tendência de queda no nível de preços, atribuindo-a às políticas econômicas dos últimos anos e destacando a meta do BC de alinhar a inflação às diretrizes do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Currículos

Rodrigo Teixeira possui um histórico acadêmico em Economia, concluindo graduação, mestrado e doutorado na renomada Universidade de São Paulo (USP). Sua carreira inclui experiência como docente na própria USP, além de lecionar na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Desde 2002, ele tem atuado como analista no BC. Teixeira também contribuiu em diversas instituições governamentais, incluindo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Ministério de Planejamento, a Casa Civil e a Agência Brasileira de Promoção das Exportações (Apex-Brasil).

Paulo Picchetti traz uma combinação de formação acadêmica nacional e internacional para seu novo cargo. Ele é graduado em Economia pela PUC-SP, onde também concluiu seu mestrado. Seu doutorado foi obtido na University of Illinois, nos Estados Unidos, ampliando sua visão global. Antes de assumir o atual posto, Picchetti foi pesquisador na Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e agora é professor na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Adicionalmente, ele é membro ativo do Comitê de Datação de Ciclos Econômicos no Brasil (Codace), uma posição que sublinha sua expertise no campo econômico.

Relatores

As indicações foram relatadas pelos senadores Nelsinho Trad (PSD-MS) e Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), respectivamente, e receberam ampla aprovação na CAE. Teixeira substitui Maurício Costa de Moura, enquanto Picchetti assume a vaga de Fernanda Magalhães Rumenos Guardado, ambos com mandatos até o final de dezembro.

A sabatina foi conduzida pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado