Mercado global de carros elétricos cresce em 2024

BYD ultrapassa Tesla em vendas de carros elétricos
(Foto: BYD Dolphin/Divulgação)

A indústria automotiva em 2024 testemunhará um aumento significativo na presença de veículos elétricos (VEs). De acordo com a revista The Economist, aproximadamente 25% dos novos carros serão híbridos plug-in. Um dos destaques do mercado é a BYD, fabricante chinesa que prima por inovações tecnológicas e compromisso com a sustentabilidade.

Ainda segundo a publicação, o mercado de carros elétricos deve contar com incentivos fiscais governamentais para continuar crescendo. Para expandir sua influência global, a BYD intensificou a exportação e aumentou a produção localmente. Atualmente, a marca atua em 58 países, ultrapassando 200.000 unidades vendidas em mercados como Tailândia e Brasil.

Em outubro, a BYD inaugurou oficialmente sua futura fábrica no Brasil, localizada no complexo industrial em Camaçari (BA), anteriormente pertencente à Ford de 2001 a 2021. A unidade fabril estava inativa desde a saída da montadora norte-americana do país como fabricante. Com um investimento inicial de R$ 3 bilhões, a expectativa é a geração de aproximadamente 5 mil empregos no local.

Ainda em outubro, a fabricante alcançou a marca de 2.732 veículos vendidos no país, conquistando a 13ª posição no ranking geral de montadoras. A marca lidera o segmento de veículos elétricos, com 72% de participação de mercado.

O BYD Dolphin, em outubro, foi o modelo elétrico mais vendido, com 1.366 unidades. No segmento PHEV, o Song Plus DM-i lidera com 34% do mercado, acumulando 4.266 carros emplacados em 2023.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado