Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Inflação 2024: novas perspectivas e estabilidade econômica

banco central inflação boletim focus
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A expectativa para a inflação apresentou nova queda, enquanto o PIB permanece estável. Os dados, apontados pelo Relatório Focus do Banco Central divulgados nesta terça-feira (2), apontam mudanças significativas em 2024.

A projeção para a inflação de 2024 caiu novamente, indicando que o IPCA pode atingir entre 3,5% e 4,2% no final do próximo ano. Esta marca, se confirmada, representará o segundo ano consecutivo abaixo do teto da meta inflacionária. O limite para 2024 é de 3%, com uma margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Em 2023, a expectativa para a inflação oficial é de 4,46%, inferior ao limite da meta (4,75%). Já para este ano, a estimativa do IPCA passou de 3,91% para 3,90%. Em relação a 2025, a previsão permanece estável em 3,50%, mantendo-se inalterada há 23 semanas. Para 2026, a projeção também se mantém nos mesmos 3,50% há 26 Boletins Focus.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

No que diz respeito ao Produto Interno Bruto (PIB), as projeções para 2023 indicam uma estabilidade em 2,92%, enquanto para 2024 a previsão permanece em 1,52%. Para 2025, a estimativa manteve-se em 2,0%, mesma situação observada nas últimas 21 semanas. O cenário para 2026 segue a mesma tendência, com a projeção mantendo-se em 2,0% por 26 semanas consecutivas.

Previsões para a inflação

A oficialização dos números referentes ao ano anterior está programada para 11 de janeiro de 2024, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o resultado do IPCA de 2023. O acumulado até novembro foi de 4,68%, abaixo do teto, e a expectativa é que a inflação permaneça no foco, com a implementação do sistema de meta contínua a partir de 2025. Isso implica perseguir a inflação de 3% ao longo do tempo, permitindo ao Banco Central mais de 12 meses para alcançar esse objetivo.

Nos dois anos anteriores a 2023, houve um desafio, com a inflação ultrapassando a meta. Em 2021, atingiu 10,06%, bem acima do limite de 5,25%, enquanto em 2022, apesar da desaceleração para 5,79%, ainda superou o teto de 5%. Esses resultados destacam a importância das projeções e medidas para manter a estabilidade econômica nos anos seguintes.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado