Pesquisar
Close this search box.

Queda nos futuros dos EUA; foco na inflação americana

Queda nos futuros dos EUA; foco na inflação americana
(Foto: Collin Watts/Unsplash)

Nesta manhã (9), os índices futuros dos Estados Unidos registram queda, refletindo a expectativa dos investidores globais por novas informações sobre a economia americana. A atenção está voltada para a divulgação dos dados recentes de inflação e os lucros dos principais bancos, que podem fornecer insights sobre a saúde econômica do país e as futuras ações da Reserva Federal (Fed) em relação às taxas de juros. Assim, Dow Jones Futuro (-0,42%), S&P Futuro (-0,03%) e Nasdaq Futuro (-0,38%) vêm registrando baixas.

Os investidores observam os seguintes indicadores: o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) de dezembro, que se divulgará na quinta-feira (11), e o Índice de Preços ao Produtor (PPI), cujo lançamento está previsto para sexta-feira (12). Além disso, hoje se divulgará a balança comercial de novembro, que apresenta um déficit estimado em US$ 65 bilhões.

O dólar comercial registra um aumento de 0,25%, sendo negociado a R$ 4,883. Paralelamente, o dólar futuro (DOLFUT) cresce 0,26%, alcançando 4.897 pontos. O DXY, índice que avalia o desempenho do dólar frente a um grupo de moedas, também mostra elevação de 0,25%, cotado a 102,47 pontos.

No mercado de juros, observa-se uma tendência de alta nos contratos. Especificamente, o DIF26 aumentou 0,04 pontos percentuais, chegando a 9,76%. O DIF27 cresceu 0,03 pontos percentuais, para 9,89%. Já o DIF28 subiu 0,04 pontos percentuais, a 10,14%, enquanto o DIF29 avançou 0,04 pontos percentuais, atingindo 10,30%.

Expectativas para inflação dos EUA são menores

Recentemente, uma pesquisa do Federal Reserve (Fed) de Nova York revelou uma queda nas expectativas de inflação dos consumidores americanos para o próximo ano, alcançando o menor nível desde janeiro de 2021. Esta diminuição nas projeções de inflação reforça as expectativas de um possível corte nas taxas de juros pelo Fed, já no primeiro semestre deste ano.

Esta perspectiva é reforçada pelos recentes dados do mercado de trabalho americano, que influenciam diretamente a curva de juros futuros nos Estados Unidos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado