Pesquisar
Close this search box.

Equador enfrenta desafios econômicos e de segurança

Equador
Foto: Divulgação/Tagsa

O Equador está passando por um período desafiador, marcado por crises fiscal e de segurança. O presidente Daniel Noboa está tomando medidas rigorosas para enfrentar esses desafios.

Para lidar com a crise fiscal, o ministro das Finanças, Juan Carlos Vega, anunciou planos para cortar gastos públicos. O governo também está em busca de um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para obter apoio financeiro adicional.

A crise econômica tem relação com uma onda de violência no país. Ao menos 10 pessoas morreram ontem durante a onda de violência no Equador, segundo a imprensa equatoriana. Em resposta, Noboa declarou um “estado de exceção”, aumentando os poderes das Forças Armadas para manter a ordem.

Por conta disso, os aeroportos em Quito e Guayaquil reforçaram a segurança e restringiram o acesso. A Latam Airlines anunciou flexibilização na remarcação de voos, em resposta à situação volátil.

Em suma, a crise no Equador tem efeitos profundos, desde a economia até a segurança pública. O governo busca equilibrar medidas de austeridade com a manutenção da ordem e estabilidade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado