Pesquisar
Close this search box.

Zona do Euro pode enfrentar recessão em 2024

Zona do Euro pode enfrentar recessão e inflação
(Foto: Maryna Yazbeck/Unsplash)

A economia da Zona do Euro pode enfrentar momentos difíceis em 2024. Segundo Luis de Guindos, vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), o final do ano pode trazer uma recessão técnica, com expectativas de inflação elevada persistindo nos próximos meses. Esta situação coloca pressão sobre as decisões de política monetária do BCE, especialmente sobre a taxa de juros. As informações são do Financial Times.

Em um discurso recente em Madri, Guindos destacou que a desinflação, ou seja, a redução na taxa de inflação, deve desacelerar em 2024. Isso significa que os preços, que já estavam subindo, podem continuar a aumentar. Em dezembro, a taxa de inflação da Zona do Euro foi de 2,9%, superior à meta de 2% do BCE.

A projeção do BCE para a economia não é muito otimista. Espera-se uma recuperação leve, impulsionada por salários mais altos e inflação menor. No entanto, Guindos ressalta que o crescimento está decepcionante e a atividade econômica, incluindo setores como construção e manufatura, está desacelerando.

Isabel Schnabel, membro do conselho executivo do BCE, também se manifestou via X (antigo Twitter), enfatizando que é cedo para discutir cortes nas taxas de juros. Ela menciona que dados adicionais são necessários para confirmar a tendência de desinflação e destaca os riscos geopolíticos, como o aumento dos preços da energia, como fatores que podem influenciar a inflação.

O mercado de trabalho da Zona do Euro mostra resiliência, com o desemprego em baixa histórica de 6,4% em novembro. Apesar disso, o cenário econômico permanece incerto, com o BCE mantendo uma abordagem cautelosa e dependente de dados para suas futuras decisões monetárias.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado