Brasil defende transição energética em Davos

Brasil defende transição energética em Davos
(Foto: Ciaran McCrickard/World Economic Forum/Divulgação)

O Brasil, representado pelo ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, foi destaque nas reuniões multilaterais de Davos nesta quarta-feira (17). Em pauta, o avanço da transição energética e a promoção de combustíveis sustentáveis como hidrogênio, combustível sustentável de aviação e diesel verde. O ministro salientou a importância dos países desenvolvidos em criar demanda para estes produtos, incentivando a produção na América Latina.

Silveira destacou a necessidade de incentivos e subsídios por parte dos países ricos para apoiar a transição energética em nações emergentes. “Países desenvolvidos devem financiar a transição criando demanda. Além da questão da sustentabilidade, essa economia não pode deixar de ser capitalizada pelos países em desenvolvimento”, comentou.

Além disso, em entrevista à CNN nesta terça (16), o ministro enfatizou que o Brasil está comprometido com a transição energética. “Nós estamos equilibrando para avançar na transição energética, e isso tem um custo, mas (vamos) avançar sem elevar ônus para o povo brasileiro”, disse. No entanto, de acordo com a reportagem, a pasta nega planos sobre subsídios ao setor.

Durante sua participação em Davos, o ministro também mencionou o programa Luz Para Todos, que tem como objetivo levar energia elétrica a 100% das residências brasileiras até 2026.

Em reuniões com figuras internacionais, como o ministro suíço Albert Rösti e o diretor-executivo da Agência Internacional de Energia, Fatih Birol, Silveira apresentou as potencialidades do Brasil nas áreas de mercado de carbono, minerais estratégicos e transição energética. Além disso, ele enfatizou a liderança do Brasil no G20, essencial para promover a colaboração regional na América Latina e seu protagonismo na transição energética global.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado