Argentina tem aumento de 80% nas exportações de carne bovina

Boi
Foto: reprodução da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC)

A Argentina registrou um recorde histórico de exportações de carne bovina em 2023, enviando 683 mil toneladas para o mercado internacional, de acordo com dados da Agrifatto. O volume representa um aumento impressionante de quase 80% em relação ao ano anterior, marcando o maior volume exportado pelo país desde 1980. A conquista coloca a Argentina como o quinto maior exportador global de carne bovina, ficando atrás apenas do Brasil, Austrália, Índia e Estados Unidos.

Ascenção já era vista em julho de 2023

Dados de julho do ano passado já apontavam para a ascensão das exportações argentinas de carne bovina. A Argentina foi o único país do Mercosul a aumentar as exportações no primeiro semestre de 2023 em comparação com o mesmo período de 2022, de acordo com informações da Bolsa de Comercio de Rosario (BCR). Durante o período, o país embarcou 327,2 mil toneladas de carne bovina, um aumento de quase 9 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

Entretanto, na época, outros países da região tiveram retrocessos no volume de carne bovina exportada. O Brasil teve uma queda de 4,88%, com 882,6 mil toneladas exportadas, o Paraguai registrou uma queda de 7,12%, com 157,7 mil toneladas, e o Uruguai sofreu uma redução de 20,01%, com 172,2 mil toneladas.

Exportações para o México

Outro marco significativo para a Argentina foi a conclusão da primeira exportação de carne bovina para o México em mais de 10 anos. Isso ocorreu após os agentes do Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar argentino (Senasa) certificarem a qualidade da mercadoria embarcada. A amostra comercial, proveniente do estabelecimento argentino Arrebeef, consistiu em 1 tonelada de diferentes cortes de carne bovina.

Além disso, outros 21 estabelecimentos argentinos receberam autorização para exportar para o México, após a abertura do mercado mexicano para a carne bovina argentina em novembro de 2023. As negociações eram desde 2012. Os eventos refletem a crescente relevância da Argentina no mercado global de carne bovina.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado