SpaceX, do Elon Musk, enfrenta processo por assédio e discriminação

neuralink primeiro implante cerebral consegue mover mouse com pensamento
(Foto: Reprodução/Wikipédia/Trevor cokley.)

A SpaceX, liderada pelo empresário Elon Musk, está enfrenta processo após ex-funcionários apresentarem graves alegações de discriminação e assédio sexual. Essas acusações foram feitas perante uma autoridade de direitos civis na Califórnia. Segundo as denúncias, a empresa permitiu práticas que incluíam piadas sobre assédio sexual, desigualdade salarial entre gêneros e represálias contra quem reclamava.

A Bloomberg inicialmente trouxe as revelações à luz, e advogados dos demandantes posteriormente as confirmaram. Engenheiros da SpaceX descrevem uma cultura corporativa que tolerava e minimizava comentários sexuais inapropriados e outras formas de assédio. Parece que o comportamento de Musk, notório por seus comentários controversos nas redes sociais, influenciou esse ambiente.

Em janeiro, o departamento de direitos civis da Califórnia notificou a SpaceX sobre as queixas registradas meses antes. Uma das denúncias, feita por Paige Holland-Thielen, destacou a conduta visual e verbal ofensiva de Musk, inclusive em sua conta no Twitter (atualmente X), onde ele frequentemente postava declarações degradantes dirigidas a mulheres, pessoas trans e homossexuais.

Holland-Thielen mencionou também que críticos a chamaram de “muito emotiva” e a instruíram a “ser mais humilde” depois que ela questionou por que um colega do sexo masculino recebia crédito por seu trabalho. Esse tipo de feedback sugere um tratamento desigual baseado em gênero dentro da empresa.

Demissões em processo

Além dessas alegações, uma ação separada indicou que a SpaceX teria demitido funcionários ilegalmente após eles expressarem preocupações sobre o ambiente de trabalho em uma carta aberta. A empresa tentou contestar essa acusação, argumentando que a estrutura do órgão regulador envolvido e o processo de audiência eram inconstitucionais. A audiência sobre esse caso estava agendada para o início de março.

Essas não são as primeiras acusações de comportamento inapropriado associadas a empresas de Musk; a Tesla, outra de suas principais empresas, também enfrentou acusações de racismo e assédio sexual. Assim, os processos que a SpaceX enfrenta colocam a cultura corporativa sob escrutínio, levantando questões sobre liderança e responsabilidade no ambiente de trabalho.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado