ANTT aprova relatórios para concessões bilionárias de rodovias

(Foto: Stan Versluis/Pexels)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou nesta quinta-feira (08/01) os relatórios finais das audiências públicas sobre os projetos de concessão dos Lotes Centro Norte 1 (CN1) e Centro Norte 5 (CN5). Estes lotes são componentes importantes nos planos de aprimoramento dos corredores logísticos do arco norte, um movimento que visa potencializar a infraestrutura de exportação através das BR-060/452 em Goiás e da BR-364 em Rondônia.

Futuros Passos e Investimentos

Com a aprovação desses relatórios, o processo segue para o crivo do Ministério dos Transportes e, posteriormente, para análise detalhada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A concretização desses projetos trará um aporte significativo de R$ 8,6 bilhões em investimentos ao longo de 30 anos, enfatizando o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável da infraestrutura rodoviária nacional.

Detalhes do CN1

O Lote CN1 engloba uma extensão de 462,2 km, passando pelo Anel Viário de Goiânia até o Contorno de Rio Verde e seguindo pela BR-452 até Itumbiara. Este projeto prevê 31 km de duplicação e a implementação de 124 km de faixas adicionais em pistas duplas e simples, além de 28 km de vias marginais e estruturas complementares. O investimento estimado para o CN1 é de R$ 3,2 bilhões.

Melhorias Propostas no CN5

Já o CN5, abrangendo 686,7 km da BR-364/RO, inclui melhorias significativas como 113,7 km de duplicações e 200 km de faixas adicionais. Este lote também contempla o desenvolvimento do contorno de Ji-Paraná/RO e a criação da via de acesso a Porto Novo, o Expresso Porto, com um investimento previsto de R$ 5,4 bilhões. Essas intervenções são estratégicas para o acesso ao porto e fomentam o crescimento regional em Rondônia.

Impacto das Concessões

A implementação desses projetos de concessão, conforme articulado pela ANTT, é um marco para a infraestrutura logística do Brasil. As melhorias planejadas nos Lotes CN1 e CN5 não apenas facilitarão o acesso viário de qualidade ao porto mas também impulsionarão significativamente o desenvolvimento econômico de Goiás e Rondônia, respectivamente. A expectativa do Ministério dos Transportes é lançar os editais para essas concessões ainda em 2024, marcando o início de uma nova era na eficiência dos corredores logísticos nacionais.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado