Pesquisar
Close this search box.

Boletim Focus: atualizações nas projeções econômicas

Banco Central do Brasil - Boletim Focus
Banco Central do Brasil (Imagem: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil)

O Banco Central divulgou nesta terça-feira (27) o boletim Focus, resultado de um levantamento que ouviu mais de 100 instituições financeiras na semana passada, trazendo ajustes nas projeções econômicas para o Brasil.

Os economistas do mercado financeiro revisaram para cima a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, elevando-a para 1,75%. A métrica é importante para medir a evolução da economia, sendo a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

Os economistas do mercado financeiro reduziram as expectativas de inflação para os anos de 2024 e 2025. Para 2024, a previsão do boletim Focus baixou de 3,82% para 3,80%, mantendo-se abaixo do teto da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional. Para 2025, a estimativa caiu de 3,52% para 3,51%.

A meta central de inflação para este ano é de 3%, com uma margem de oscilação entre 1,5% e 4,5%. O Banco Central já está atento a esses números para definir a taxa básica de juros e conter possíveis pressões inflacionárias.

Falando em taxa básica de juros, os economistas do mercado financeiro mantiveram as projeções estáveis. Atualmente em 11,25% ao ano, a taxa Selic permaneceu inalterada para o final deste ano e para o fim de 2025, com estimativas de 9% ao ano e 8,5% ao ano, respectivamente.

Outras estimativas

Outras estimativas do mercado financeiro também foram divulgadas pelo Banco Central. A projeção para a taxa de câmbio para o fim de 2024 permanece em R$ 4,93, enquanto para o fim de 2025 está em R$ 5. Entretanto, à balança comercial, espera-se um superávit de US$ 81 bilhões em 2024 e de US$ 72 bilhões em 2025.

Quanto aos investimentos estrangeiros diretos, a previsão é de US$ 67 bilhões para este ano e US$ 75 bilhões para 2025. Contudo, as projeções fornecem insights importantes sobre o cenário econômico do país, influenciando as decisões de investidores e formuladores de políticas.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado