Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Quem é a herdeira que doou US$ 1 bilhão para faculdade em NY

ruth gottesman herdeira doou US$ 1 bilhão a faculdade
(Foto: Reprodução/Albert Einstein College of Medicine).

Ruth Gottesman, reconhecida por sua trajetória como professora emérita de Pediatria na Albert Einstein College of Medicine e viúva de um financista de Wall Street, recentemente tornou-se o centro das atenções após a viralização de um vídeo. O vídeo mostrava a empolgação dos estudantes ao descobrirem a generosidade da ex-professora: uma doação de US$ 1 bilhão destinada à faculdade. Esse gesto visa tornar a faculdade gratuita para os alunos. A Albert Einstein College of Medicine está localizada no Bronx, conhecido por ser o bairro de menor renda em Nova York.

A motivação para tal generosidade vem da herança deixada por David Gottesman, seu falecido esposo, que acumulou riqueza como investidor, inclusive com laços estreitos com Warren Buffett. Seguindo as orientações póstumas do marido, Ruth optou por empregar esse legado financeiro de maneira a perpetuar o acesso à educação médica de qualidade, sem o fardo das dívidas estudantis.

David “Sandy” Gottesman foi o fundador da First Manhattan Company, uma assessoria de investimentos que gerencia aproximadamente US$ 20 bilhões em ativos de clientes.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

David manteve uma amizade de longa data com Warren Buffett desde os anos 60 e acumulou fortuna como um dos investidores iniciais da Berkshire Hathaway. Ele foi membro do conselho da empresa de 2003 até seu falecimento em 2022, aos 96 anos. David uma vez comentou, em 2012, sobre o excepcional retorno de investimento proporcionado pelas ações da Berkshire, que, até aquela data, haviam valorizado seis mil vezes o valor investido inicialmente, descrevendo-o como um dos melhores retornos da história de Wall Street. Sandy confiou seu portfólio a Ruth com uma simples instrução: “Utilize-o da maneira que considerar mais apropriada.”

Essa doação é uma das maiores já feitas a uma instituição de ensino nos Estados Unidos, sendo possivelmente a maior direcionada especificamente a uma faculdade de medicina. Anteriormente, os estudantes enfrentavam mensalidades anuais superiores a US$ 59 mil, resultando em dívidas consideráveis ao término do curso. A instituição revelou que quase metade dos formandos acumulavam dívidas acima de US$ 200 mil.

Com uma longa história de envolvimento com o Einstein, onde começou sua carreira em 1968 e posteriormente assumiu posições de liderança, Gottesman sempre esteve profundamente conectada à instituição. Seu compromisso se estendeu além do ensino, envolvendo-se diretamente com a gestão e o planejamento estratégico da faculdade.

O Bronx, cenário desta transformadora doação, enfrenta severos desafios de saúde pública, posicionando-se como o condado de Nova York com os indicadores mais alarmantes. A decisão de Gottesman de investir no futuro dos médicos que servirão esta comunidade contrasta com outras doações filantrópicas, frequentemente direcionadas a instituições em áreas mais abastadas da cidade.

Essa iniciativa não apenas alivia a pressão financeira sobre os atuais e futuros estudantes de medicina mas também aspira a democratizar o acesso ao ensino superior na área da saúde, atraindo um espectro mais amplo de candidatos. Destaca-se ainda a diversidade do corpo discente da Albert Einstein College of Medicine, refletindo o compromisso da instituição com a inclusão social e educacional.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado