Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

PIB cresce 2,9% em 2023, superando três vezes mais as projeções

PIB cresce 2,9% em 2023, superando três vezes mais as projeções
(Foto: Loren King/Unsplash).

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro atingiu 2,9% em 2023, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (1º). No último trimestre do ano, o PIB manteve-se estável, contrariando as expectativas de um aumento de 0,1%.

No início de janeiro do ano anterior, o Boletim Focus, um relatório de projeções econômicas do Banco Central (BC), indicava uma expectativa de crescimento de somente 0,78% para 2023. Esse percentual aumentou progressivamente com a divulgação de dados econômicos mais favoráveis ao longo do ano.

O crescimento registrado em 2023 aproxima-se do desempenho de 2022, quando o PIB brasileiro expandiu 3%. O ano se caracterizou por um início forte, impulsionado por uma safra recorde de grãos, com destaque para a soja e o milho, que resultou em um aumento de 15,1% na agropecuária. No entanto, o segundo semestre mostrou uma desaceleração da economia, influenciada pela alta taxa de juros, a Selic.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Apesar da desaceleração, o setor de serviços, que representa a maior parte da economia brasileira, apresentou resistência, crescendo 2,4% ao longo do ano. De acordo com especialistas ouvidos pelo Economic News Brasil, a performance foi sustentada pelo consumo, que foi fortalecido por medidas como o reajuste do salário mínimo e o valor de R$ 600 para o programa Bolsa Família. O mercado de trabalho, alcançando níveis recordes de ocupação, também contribuiu para a dinâmica econômica do país.

Entre os principais indicadores do PIB em 2023, destacam-se o crescimento de 2,4% no setor de serviços e de 1,6% na indústria. O consumo das famílias aumentou 3,1%, enquanto o consumo do governo cresceu 1,7%. Os investimentos, por outro lado, recuaram 3%. As exportações e importações tiveram variações de 9,1% e -1,2%, respectivamente.

As projeções para o futuro da economia brasileira apontam para uma desaceleração, com uma expectativa de crescimento de 1,75% para o próximo ano, de acordo com o último boletim Focus do Banco Central. Este cenário reflete a cautela dos especialistas diante dos desafios econômicos que o país enfrenta.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado