Pesquisar
Close this search box.

Visa abre divisão focada no governo, mirando mercado trilionário

Visa abre divisão focada no governo, visando mercado trilionário
(Foto: Divulgação/Caixa Econômica Federal).

A Visa anunciou recentemente a criação de uma área específica voltada para o atendimento e expansão de parcerias com o governo no Brasil. Esse movimento se insere em um contexto onde o mercado global de pagamentos é avaliado em aproximadamente US$ 200 trilhões. A iniciativa da empresa visa aproveitar as oportunidades neste vasto mercado, especialmente no segmento governamental.

No primeiro trimestre, a empresa relatou lucros de quase US$ 5 bilhões, destacando a importância de suas parcerias estratégicas, como a realizada com a Caixa Econômica Federal. Esta colaboração permite o pagamento de contas de consumo, tributos e boletos em mais de 10 mil lotéricas pelo país.

O presidente mundial da Visa, Ryan Mclnerney, enfatizou a necessidade de novas soluções e ampliação das frentes de negócio para o crescimento futuro da empresa. Ele mencionou que o segmento público é um cliente importante no contexto global de pagamentos.

 

Segundo Gloria Colgan, vice-presidente global de soluções comerciais, o governo controla uma grande parcela dos pagamentos globais. Isso o torna um alvo estratégico para a empresa. A Visa já realiza as transações das despesas da Presidência da República, cujos dados alimentam o Portal da Transparência, ilustrando o potencial de rastreabilidade e controle oferecido pela empresa.

A oferta da Visa ao governo federal abrange uma gama de produtos e serviços, incluindo cartões pré-pagos específicos para gastos educacionais, pagamento de taxas públicas, e soluções corporativas que visam a transparência e o controle dos gastos públicos.

Carlos Alberto Nunes, com experiência anterior na Microsoft e em vendas de sistemas de cibersegurança para governos, foi contratado para liderar a nova divisão de governo. A Visa busca, assim, fortalecer sua presença e oferecer soluções adaptadas às necessidades do setor público brasileiro.

No âmbito B2B, a Visa promove a digitalização e a simplificação das transações comerciais, incentivando as empresas a utilizar seus sistemas de pagamento para facilitar operações domésticas e internacionais. Este esforço inclui a adoção de tecnologias inovadoras e a parceria com startups para expandir sua oferta de serviços.

Entre as ações recentes da Visa está a aquisição da Pismo, uma empresa brasileira de tecnologia, por US$ 1 bilhão. Além disso, a empresa fez um investimento na Agrotoken, utilizando tokens para facilitar o crédito internacional a pequenos produtores rurais, uma iniciativa pioneira que foi expandida para outros 15 países.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado