Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Burj Al Babas: conheça a cidade-fantasma de US$ 200 mi na Turquia

Burj Al Babas, cidade ao estilo Disney na Turquia. (Foto: Reprodução).
Burj Al Babas, cidade ao estilo Disney na Turquia. (Foto: Reprodução).

Burj Al Babas, situada próxima a Mudurnu, no noroeste da Turquia, era para ser um vibrante complexo de luxo, mas hoje se encontra como uma cidade fantasma, marcada por mais de 500 castelos inacabados e abandonados.

Início promissor e desafios econômicos

Lançado em 2014, o projeto Burj Al Babas foi concebido pelos irmãos Yerdelen e Bulent Yilmaz, empreendedores de Istambul. Inspirados na arquitetura de cartões-postais como a Torre Galata e a Torre da Donzela de Istambul, além de influências britânicas e americanas, eles visavam criar um refúgio de luxo para compradores abastados.

Castelos ao estilo Disney na Turquia: vendas iniciais e descontentamento

Inicialmente, o empreendimento mostrou sinais de sucesso, com cerca de 350 das 732 unidades planejadas sendo vendidas, atraindo principalmente clientes do Oriente Médio, como Qatar, Bahrein, Kuwait, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita. Apesar disso, críticas surgiram tanto pela escolha do estilo arquitetônico, que destoava das construções tradicionais de Mudurnu, quanto pelo potencial dano ao ambiente florestal circundante.

conteúdo patrocinado

Interrupção do projeto e crise econômica

A situação começou a deteriorar em 2018, quando a Turquia enfrentou uma severa recessão econômica. O desenvolvimento de Burj Al Babas foi abruptamente paralisado após um investimento de US$ 200 milhões. Os castelos, então parcialmente construídos e com torres azul-acinzentadas, permaneceram vazios, e a dívida relacionada ao projeto ascendeu a US$ 27 milhões.

A atualidade de Burj Al Babas

Hoje, Burj Al Babas, com seus castelos ao estilo Disney, é frequentemente descrita como um símbolo do impacto econômico adverso na Turquia. A região, conhecida por suas águas termais, tinha o potencial de integrar amenidades como hidromassagens e aquecimento de pisos alimentados por fontes termais naturais, mas essas características nunca foram realizadas.

Em 2021, surgiram rumores de que a NOVA Group Holdings, uma multinacional americana, poderia retomar o projeto, mas até o momento, Burj Al Babas continua desocupada e inabitável, atraindo apenas turistas curiosos que percorrem suas estradas silenciosas entre castelos reminiscentes dos contos de fada.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado