Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Cimed investe R$ 5 milhões em campanha pelos 25 anos do Genérico

Farmacêutica celebra Lei dos Genéricos com campanha educativa

Cimed genéricos. (Imagem: Divulgação/Cemig)
Cimed genéricos. (Imagem: Divulgação/Cemig)

A Cimed, terceira maior farmacêutica do Brasil, comemora os 25 anos da Lei dos Genéricos com uma campanha nacional. A empresa investirá R$ 5 milhões na iniciativa, focada em destacar os benefícios dos medicamentos genéricos e combater preconceitos sobre essa categoria.

Propósito da campanha

Nesse sentido, a campanha da Cimed visa esclarecer os processos e análises que garantem a qualidade dos genéricos. A empresa quer mostrar que seus genéricos são tão eficazes quanto os medicamentos de referência. A Cimed atende todas as exigências da Anvisa em seus laboratórios e fábricas de última geração.

Cimed genéricos: investimento e inclusão

Além disso, a Cimed lançará novas embalagens para facilitar a leitura dos consumidores idosos ou com problemas de visão. A partir dessa segunda-feira (20), as letras das embalagens dos genéricos serão maiores.

Publicidade

Com a campanha, a Cimed projeta faturar R$ 100 milhões em maio, vendendo 20 milhões de unidades de genéricos. De tal maneira, ao longo do ano, a expectativa é alcançar R$ 1 bilhão apenas nessa categoria. A região Nordeste, particularmente Pernambuco, representa um mercado importante para a empresa.

Leia também:

Cimed apresenta case da indústria farmacêutica em Harvard

Crescimento do mercado

No ano passado, as vendas de genéricos no Brasil aumentaram 11,4%, atingindo 2,3 bilhões de unidades. A Cimed teve um desempenho superior, com um crescimento de 17,4% em valor e 10,5% em unidades. Além disso, em Pernambuco, as vendas de genéricos cresceram 5,3% em 2023, totalizando 106 milhões de unidades.

Com isso, o CEO da Cimed, João Adibe Marques, destaca a importância da campanha para combater o preconceito contra os genéricos.

“Nessa campanha, vamos mostrar todos os processos e análises que garantem a qualidade do genérico da Cimed”, explica Marques. Ele enfatiza que o preconceito contra os genéricos é infundado. De tal forma, a qualidade dos produtos da Cimed é garantida.

Legislação e benefícios

A Lei dos Genéricos (Nº 9.787), sancionada em 1999, foi um marco regulatório que permitiu a comercialização de medicamentos genéricos no Brasil, reduzindo significativamente os custos dos tratamentos médicos. Com a exigência de um desconto mínimo de 35% em relação aos medicamentos de marca, os genéricos tornaram-se mais acessíveis, resultando em uma economia de cerca de R$ 300 bilhões para os brasileiros. Além disso, a quebra de patentes após 20 anos incentivou a concorrência no mercado farmacêutico, promovendo o desenvolvimento da indústria nacional e contribuindo para a criação de empregos.

Além disso, a acessibilidade proporcionada pelos genéricos teve um impacto positivo na saúde pública, permitindo que mais pessoas aderissem a tratamentos contínuos para doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, o que ajudou a aumentar a expectativa de vida no país. Nesse sentido, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) garante a qualidade e eficácia desses medicamentos através de rigorosos processos de fiscalização. A campanha educativa da Cimed, em celebração aos 25 anos da Lei dos Genéricos, busca desmistificar preconceitos e informar o público sobre os benefícios e a segurança dos genéricos, reforçando seu compromisso com a saúde acessível para todos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado