Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Coreia do Sul investirá US$ 19 Bi em chips: o que isso significa?

Yoon Suk Yeol revela plano para fortalecer setor de chips

Presidente Yoon Suk Yeol divulga pacote de apoio da Coreia do Sul. (Foto: Reprodução/TechExplore)
Presidente Yoon Suk Yeol divulga pacote de apoio da Coreia do Sul. (Foto: Reprodução/TechExplore)

O presidente da Coreia do Sul, Yoon Suk Yeol, anunciou um pacote de apoio de US$ 19 bilhões para a indústria de semicondutores. O anúncio ocorreu na última quinta-feira (23), destacando o plano abrangente de 26 trilhões de wons coreanos (cerca de R$ 109,2 bilhões).

Detalhes do programa

O pacote inclui um investimento inicial de US$ 7 bilhões. “Criamos um programa de apoio financeiro para semicondutores no valor de 17 trilhões de wons”, disse Yoon. Esse fundo será administrado pelo Korea Development Bank, facilitando novos investimentos no setor.

Pacote de apoio da Coreia do Sul: expansão da infraestrutura

Além disso, o governo também planeja construir um “mega cluster de chips” nos arredores de Seul. Este complexo será o maior do mundo, segundo o governo, e deve criar milhões de empregos. Nesse sentido, o projeto visa melhorar a infraestrutura necessária para a produção de semicondutores avançados.

Publicidade

Yoon anunciou ainda que Seul estenderia benefícios fiscais para investimentos em chips. Essa medida busca aumentar os empregos e atrair mais talentos para o setor de semicondutores. “Os semicondutores são um campo de guerra nacional total”, afirmou Yoon.

Leia também:

Contexto global

Nesse contexto, a Coreia do Sul compete com empresas como a taiwanesa TSMC e a americana Intel. As exportações de semicondutores cresceram 56% em abril, comparado ao ano anterior. Entretanto, o país possui apenas 1% do mercado global de semicondutores.

Analogamente, em maio de 2022, a Samsung anunciou um plano de investimento de 450 trilhões de wons (cerca de R$ 1,89 trilhões) em cinco anos. Este investimento visa tornar o país um pioneiro em setores-chave, como semicondutores e produtos biológicos.

Apoio internacional

Os Estados Unidos também têm apoiado a indústria de semicondutores com a Lei dos Chips, que prevê incentivos de US$ 53 bilhões. Nesse sentido, parte desses recursos foi destinada à Samsung e à TSMC para construir fábricas no Texas e Arizona, respectivamente.

Medidas adicionais

Além do apoio financeiro, o pacote inclui um fundo de ecossistema de semicondutores no valor de 1 trilhão de wons (cerca de R$ 4,2 bilhões). Este fundo apoiará pequenas e médias empresas ligadas ao setor. O objetivo, portanto, é fortalecer a competitividade da Coreia do Sul no mercado global de chips.

Leia também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado