Home Office Global: melhores países para trabalhar remotamente

Melhores destinos para se trabalhar em "homeoffice"
Melhores destinos para se trabalhar em "homeoffice"

Dentro das palavras de moda em 2020 tivemos “home office”. O trabalho de casa ou o teletrabalho cresceu muito nos últimos anos devido às novas tecnologias possibilitarem essa modalidade, mas foi na pandemia e das regras de isolamento social que muitos serviços foram obrigados a serem oferecidos de dentro da própria casa.

A boa notícia é que a vacina chegou. A pergunta é: você quer voltar a trabalhar em uma sala fechada ou os serviços que você presta pode continuar sendo feito de onde você estiver?!

Um novo turismo

Em resposta à crescente necessidade de trabalhar em casa, muitos países liberaram vistos de férias-trabalho para encorajar uma nova forma de turismo e reabastecer os cofres afetados pela pandemia.

Pensando nisso, a Circle Loop fez um levantamento sobre quais seriam os melhores lugares para se trabalhar e levou em conta fatores como preço e a velocidade das conexões de rede até os preços de aluguel e pesquisas remotas de empregos.

Então nasceu o Digital Nomad Index (Índice Nômade Digital), que classifica os nove melhores países para trabalhar remotamente e viver bem. Confira!

Melhores destinos

1º. Canadá

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 149,35
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 84,54
Custo médio da internet banda larga: US$ 34,86
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 1021
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,23
População migrante: 21,3%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 83.900

Nota final: 74,35

2º. Reino Unido

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 76,49
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 41,72
Custo médio da internet banda larga: US$ 35,71
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 997
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,17
População migrante: 14,1%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 68.400

Nota final: 63,43

3º. Romênia

Velocidade média da internet banda larga (Mbps):188,55
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 41,48
Custo médio da internet banda larga: US$ 8,15
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 349
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 6,12
População migrante: 2,4%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 10.980

Nota final: 62,28

4º. Suécia

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 158,73
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 56,64
Custo médio da internet banda larga: US$ 39,6
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 952
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,35
População migrante: 20%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 3.490

Nota final: 61,64

5º. Dinamarca

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 179,81
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 66,68
Custo médio da internet banda larga: US$ 48,23
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 1.139
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,65
População migrante: 12,5%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 1.080

Nota final: 61,49

6º. França

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 177,93
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 50,45
Custo médio da internet banda larga: US$ 27,81
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 815
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 6,66
População migrante: 12,8%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 5.360

Nota final: 60,8

7º. Holanda

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 125,82
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 88,13
Custo médio da internet banda larga: US$ 42,43
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 1.304
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,45
População migrante: 13,4%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 3.440

Nota final: 60,27

8º. Austrália

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 58,52
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 88,35
Custo médio da internet banda larga: US$ 48,35
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 1.231
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,22
População migrante: 30%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 17.600

Nota final: 60,16

9º. Suíça

Velocidade média da internet banda larga (Mbps): 186,4
Velocidade média da rede móvel de internet (Mbps): 73,85
Custo médio da internet banda larga: US$ 72,1
Custo do aluguel para um apartamento de um quarto: US$ 1.661
Visto férias-trabalho: Sim
Pontuação no Índice Global de Felicidade: 7,56
População migrante: 29,9%
Busca anual por trabalhos remotos no país: 3.840

Nota final: 60,15

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado