Ceará registra crescimento nas exportações e importações do setor têxtil 

A Argentina é o principal destino das exportações, sendo responsável por 40% das vendas externas têxteis cearenses, com um total de US$ 5,7 milhões.
A Argentina é o principal destino das exportações, sendo responsável por 40% das vendas externas têxteis cearenses, com um total de US$ 5,7 milhões.

As exportações do setor têxtil cearense cresceram 89% este ano na comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo US$ 14,28 milhões. Já as importações cresceram 45,6%, chegando a US$ 35 milhões. Esses valores são referentes ao acumulado de janeiro a abril deste ano.

Os dados são do Estudo Setorial em Comex – Têxtil, realizado e divulgado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC (CIN), relativo ao período de janeiro a abril de 2021.

A análise apontou que lideram as exportações os “tecidos de algodão que contenham pelo menos 85%, em peso, de algodão, com peso superior a 200 g/m2, denominados Denim, com fios tintos em indigo blue segundo Color Index 73.000”. Estes produtos representaram 58% do total das vendas externas, totalizando US$ 8,2 milhões até o mês de abril deste ano.

Já no âmbito das importações, a liderança fica com “outros tecidos, que contenham pelo menos 85 %, em peso, de filamentos de poliéster texturizados”, contabilizando US$ 5,1 milhões. A Argentina é o principal destino das exportações, sendo responsável por 40% das vendas externas têxteis cearenses, com um total de US$ 5,7 milhões.

A Colômbia, por sua vez, segunda colocada, demonstrou um significativo aumento, de 224,6%, com US$ 2,9 milhões comprados do Ceará até abril de 2021. A China aparece como principal fornecedor do Estado, com US$ 23,5 milhões. Mais de 67% do total comprado pelo setor é proveniente desta parceira comercial.

“O crescimento das exportações cearenses do setor têxtil apresentou um cenário positivo em virtude das vendas para a América do Sul. Países como Argentina, Colômbia e Paraguai apresentaram grandes aumentos nas compras de produtos têxteis no estado”, afirma Lais Bertozo, Assessora Especial do Centro Internacional de Negócios da FIEC.

Acesse Canal Telegram.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado