Fecomércio/CE comemora 20 anos do programa Mesa Brasil no estado 

No Ceará, desde 2001, foram distribuídos mais de 51 milhões de quilos de alimentos.
No Ceará, desde 2001, foram distribuídos mais de 51 milhões de quilos de alimentos.

O programa Mesa Brasil tem o objetivo de garantir a segurança alimentar e nutricional de famílias de baixa rende de todo o país. Desenvolvido pelo Sesc, o programa vem sendo executado há 20 anos no estado do Ceará. 

Como forma de comemorar a data, a iniciativa promete seguir ainda mais atuante com o propósito de contribuir para a efetivação do direito humano à alimentação adequada de pessoas em situação de vulnerabilidade social, que ainda são as mais afetadas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

No Ceará, os bancos de alimentos do Mesa Brasil ficam sediados em Fortaleza, que atende a Capital e Região Metropolitana, na cidade Sobral, com abrangência para a Região Norte, em Iguatu, que atende o Centro-Sul do Estado, e na região do Cariri, com sede em Juazeiro do Norte, que abastece as instituições do Cariri.

No Ceará, desde 2001, foram distribuídos mais de 51 milhões de quilos de alimentos. Atualmente o Mesa Brasil tem parceria com 600 de empresas doadoras, atendendo a mais de 450 instituições sociais, situadas em 96 municípios do Estado. Além disso, em 2020, a partir das campanhas e ações durante a pandemia, o Mesa Brasil conseguiu distribuir mais 3 milhões de quilos de alimentos.

“Os resultados do Mesa Brasil ao longo de sua trajetória no Ceará só mostram que fazer o bem é uma ação verdadeiramente coletiva. E a nossa missão, hoje, continua a mesma de 20 anos atrás, que é levar sorriso, nutrição e saúde para as pessoas em estado de vulnerabilidade social, que ainda são as mais afetadas pela pandemia. Mais do que nunca, nosso objetivo é inspirar a solidariedade nos mais diferentes setores da sociedade, mostrando que todos podem fazer parte dessa celebração”, destaca Luiz Gastão Bittencourt, presidente do Sistema Fecomércio-CE.

O Mesa Brasil é reconhecido como o maior banco de alimentos do País. De um lado, contribui para a diminuição do desperdício, contribuindo para a redução da condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos. Trata-se de uma grande rede de combate à fome, ao desperdício de alimentos, baseado na parceria entre a sociedade civil, o empresariado e as instituições sociais.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado