Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Qatar Airways deverá fazer grande pedido de avião cargueiro 

A declaração de Al Baker foi dada durante o evento online APEX FlightPlan III. Na ocasião, ele disse que a empresa estará pronta para colocar um pedido em um ou dois meses e assim que as fabricantes confirmarem que estão dispostas a desenvolver esses novos modelos de jatos de carga.
Pexels

A Qatar Airways declarou que a empresa está pronta para realizar um grande pedido de aviões de carga. O comunicado foi feito pelo CEO da empresa, Akbar Al Baker. A informação foi divulgada pelo site AeroIn. 

Os novos aviões cargueiros farão parte da próxima geração da Airbus ou Boeing. No caso da Airbus, Al Baker se refere a uma eventual versão de carga do A350 (ainda não anunciada pela fabricante), enquanto que a Boeing competiria com também ainda não existente 777XF.

A declaração de Al Baker foi dada durante o evento online APEX FlightPlan III. Na ocasião, ele disse que a empresa estará pronta para colocar um pedido em um ou dois meses e assim que as fabricantes confirmarem que estão dispostas a desenvolver esses novos modelos de jatos de carga.

conteúdo patrocinado

Em junho, a Airbus já havia sinalizado que estava perto de aceitar pedidos do A350F, dependendo da receptividade do mercado para o modelo. 

Tal avião daria à fabricante europeia poder de fogo para concorrer com a Boeing, que domina esse mercado. Por sua vez, a fabricante americana ainda não deu nenhum sinal sobre um futuro 777XF.

Ainda no evento, Al Baker destacou que a Qatar Airways consolidou sua posição como a maior transportadora de carga do mundo entre as operadoras de passageiros, após manter boa parte de suas rotas ativas, mesmo nas piores fases da pandemia. 

Antes disso, em 2019, a empresa sediada em Doha ficou em segundo lugar em toneladas de quilômetros de carga, atrás apenas da FedEx, e à frente da UPS, Korean Air Lines, Cathay Pacific Airways e Lufthansa, bem da Emirates.

Al Baker disse a Qatar Airways está “realmente faminta por mais cargueiros”, mas não pode obter o atual 777F, que é baseado no modelo 777-200 existente da Boeing, até 2023. A frota cargueira da empresa tem atualmente 26 Boeing 777F.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado