Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Tem dinheiro esquecido no banco?

(Foto: Agência Brasil)

Nesta semana, o Banco Central voltou a disponibilizar um site para a consulta de dinheiro esquecido em bancos e instituições financeiras. A notícia foi muito bem recebida pelos brasileiros e gerou grande movimentação de pessoas buscando informações sobre o assunto.

Para saber se tem direito é possível fazer a pesquisa no endereço do Sistema Valores a Receber (SVR). No site, é possível que as pessoas saibam se possuem valores a receber, o que é informado no momento da consulta, também podem confirmar o montante e solicitar a transferência em março, dependendo da sua data de nascimento ou de criação da empresa (no caso de CNPJ).

Para quem tem saldo a receber, aparece a seguinte mensagem: consulta realizada com sucesso. E uma data para pedir o resgate do dinheiro. Quem nasceu antes de 1968 ou empresas criadas antes desse ano têm de 7 a 11 de março para agendar o resgate. Quem nasceu entre 1968 e 1983 têm dos dias 14 a 18 para isso. E quem tem data de nascimento após 83, vai ter dos dias 21 a 25 para programar o pagamento.

Publicidade

A devolução do dinheiro é feita, de preferência, por PIX. Em um ano atípico, consequência da pandemia, essa é uma grande oportunidade, sendo que muitas famílias viram as contas de casa apertarem e aguardam ansiosas pelo benefício. Contudo, segundo o PhD em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, antes de sair gastando o correto é planejar o uso do dinheiro buscando honrar com os compromissos financeiros.

“O valor recebido, pode ser utilizado para ajustar as finanças, ou então investido (para render) e destinado para a realização de sonhos de curto prazo (a serem realizados em até um ano), médio prazo (de um a dez anos) e longo prazo (acima de dez anos). O especialista também dá dicas e orientações do que é mais adequado fazer com o valor.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado