Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Europa busca fornecedor de gás enquanto tenta romper parceria energética com a Rússia

Foto: Pexels

Os europeus estão lutando contra o relógio para identificar novas fontes de energia para encerra a parceria comercial com os russos por conta dos embargos comercias vigentes, em virtude da guerra de Putin contra a Ucrânia.

Ontem (25), a União Europeia recebeu importante apoio dos EUA que disse está trabalhando na busca de parceiros internacionais para aumentar o envio de gás natural liquefeito para a Europa ainda no primeiro semestre.

O volume prometido não é o que se espera, no máximo um terço do que a Rússia fornece para a UE. Mas, será bem recebido, em virtude da dificuldade do momento.

Publicidade

O chanceler alemão Olaf Scholz disse na quarta-feira (23) que cortar as importações russas imediatamente “significaria mergulhar nosso país e toda a Europa em recessão” e colocar “centenas de milhares de empregos” em risco. Além disso, montar uma nova infraestrutura de gás natural é um pouco mais complexo do que construir uma estante Ikea. Isso exigirá a construção de novos terminais e unidades flutuantes de regaseificação de armazenamento.

Então, todo o esforço para reduzir esses 40% para 0% pode vai levar anos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado