Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

CEO da Toyota deixará cargo com prejuízo incalculável por não acreditar em veículos elétricos

O CEO da Toyota Motor, Akio Toyoda, deixará um prejuízo incalculável para a empresa ao sair do cargo sem ter acreditado no mercado dos veículos elétricos. A montadora, que seguiu uma abordagem lenta para a eletrificação, perdeu espaço para a concorrência mundial no setor. A transição para carros elétricos é vista como inevitável para a indústria automotiva, mas Toyoda preferiu manter o foco na tecnologia híbrida pioneira com o Prius e nos veículos movidos a célula de hidrogênio.

Koji Sato, atual presidente da marca de luxo Lexus, assumirá o cargo de presidente-executivo da Toyota a partir de 1º de abril, quando Toyoda se tornará presidente do conselho da empresa. A nomeação de Sato foi recebida com entusiasmo por investidores e ativistas ambientais, que esperam que o novo líder acelere a eletrificação da Toyota e desenvolva um plano rumo a um futuro carbono neutro.

Sato é conhecido por ser um executivo que não teme mudanças e já fez alterações substanciais tanto na Lexus quanto na Gazoo Racing. Formado em engenharia pela Universidade de Waseda, Sato ingressou na Toyota em 1992 e supervisionou o desenvolvimento do Lexus LC. Em entrevista no ano passado, Sato destacou a importância da liderança de Toyoda para a empresa, mas agora terá a responsabilidade de conduzir a montadora em uma nova direção.

conteúdo patrocinado

A Toyota terá que enfrentar a forte concorrência de montadoras chinesas e de novos players do Vale do Silício, além de correr atrás das rivais no processo de eletrificação.

Quem deixou a Toyota comendo poeira

A Toyota perdeu espaço no mercado de veículos elétricos para diversas montadoras, tanto asiáticas quanto ocidentais. No mercado asiático, em particular, a Toyota tem enfrentado forte concorrência das montadoras chinesas e sul-coreanas, que se destacaram em inovação e produção de carros elétricos.

Na China, a Toyota tem perdido espaço para montadoras como a BYD, líder em produção de veículos elétricos no país, e a Nio, que recentemente superou a Tesla em vendas de carros elétricos na China. A BAIC, Great Wall e Geely são outras montadoras chinesas que têm investido fortemente em carros elétricos, o que torna o mercado cada vez mais competitivo.

Na Coreia do Sul, a Hyundai e a Kia têm sido as principais concorrentes da Toyota no mercado de veículos elétricos, com modelos como o Hyundai Kona Electric e o Kia Niro EV. A Hyundai tem sido uma líder global em eletrificação, com planos ambiciosos de lançar 23 modelos elétricos até 2025.

Fora da Ásia, a Toyota tem enfrentado concorrência de montadoras como a Tesla, líder mundial em produção de veículos elétricos, a General Motors, que planeja lançar 30 novos modelos elétricos até 2025, e a Volkswagen, que anunciou planos de produzir 22 milhões de carros elétricos até 2028.

Com a transição para carros elétricos se acelerando em todo o mundo, a Toyota terá que enfrentar uma concorrência cada vez mais intensa e continuar a investir em eletrificação para não ficar ainda mais para trás em relação a seus concorrentes.

Confira vídeo:

https://youtu.be/W-CXGJ9IHMs
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado