Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Ricardo Lewandowski presidirá o Conselho Temático de Assuntos Jurídicos da CNI

Na próxima semana, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) iniciará a instalação do Conselho Temático de Assuntos Jurídicos, que será presidido por Ricardo Lewandowski, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Com a participação de 12 juristas, o objetivo principal do órgão é assessorar a instituição e oferecer suporte legal às sua atividades, especialmente em questões jurídicas relevantes para o setor industrial. A iniciativa visa fortalecer as ações jurídicas e administrativas da CNI, buscando um ambiente jurídico sólido e propício ao desenvolvimento do setor.

Trajetória de Ricardo Lewandowski

Publicidade

Em 11 de maio, ao completar 75 anos, idade limite para permanência na Corte, Ricardo Lewandowski encerrou sua trajetória no STF. O decreto de sua aposentadoria foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, e publicado no Diário Oficial da União em 6 de abril, com efeito a partir de 11 de abril.

Durante seus 33 anos de carreira como magistrado, Lewandowski dedicou 17 anos à Suprema Corte, desempenhando um papel fundamental na análise de processos de grande relevância. Ele relatou casos importantes, como a política de cotas raciais nas universidades, o direito à prisão domiciliar para mulheres gestantes, puérperas e mães de crianças de até 12 anos, além de ser responsável por diversas ações relacionadas à pandemia da COVID-19, como as que tratavam da vacinação obrigatória e das restrições civis para pessoas não imunizadas.

Nomeado pelo presidente Lula em fevereiro de 2006, Lewandowski presidiu o STF no biênio 2014/2016, período em que deu prioridade ao julgamento de processos antigos, recursos com repercussão geral e súmulas vinculantes. Ao final de sua gestão, ele presidiu o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff no Senado.

Com a presidência de Ricardo Lewandowski no Conselho Temático de Assuntos Jurídicos da CNI, espera-se um enriquecimento das discussões jurídicas relacionadas ao setor industrial, promovendo soluções que beneficiem o desenvolvimento econômico do país. Essa iniciativa fortalece a atuação da CNI como representante do setor industrial, buscando sempre contribuir para a construção de um ambiente jurídico sólido e propício aos negócios.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado